16 Janeiro 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalPalmelaJoão Guerreiro assume comando nos Bombeiros de Palmela

João Guerreiro assume comando nos Bombeiros de Palmela

Novo responsável sucede a Eduardo Martins no cargo. Actuais órgãos sociais mantêm-se em funções até final do mandato, depois de não ter havido candidatos para eleições

 

- PUB -

O segundo comandante João Guerreiro assumiu as funções de comandante interino dos Bombeiros Voluntários de Palmela. O novo responsável pelo corpo activo da unidade foi convidado a ocupar a vaga deixada pelo comandante Eduardo Martins, que no final do passado mês de Agosto “demitiu-se” do cargo “por razões de saúde”, anunciou a associação, num comunicado assinado pelos órgãos sociais e enviado ontem à redacção de O SETUBALENSE.

No documento, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Palmela – que sublinha as “mais de três décadas” de serviço de Eduardo Martins na corporação, com “dedicação, esmero e competência” – revela que a direcção convidou João Guerreiro a assumir o comando, já que é ao segundo comandante que compete ocupar a vaga interinamente, neste tipo de situação.

Ainda na mesma nota, é assumido que os actuais órgãos sociais vão continuar em funções, não obstante o presidente da direcção estar demissionário “há alguns meses”, o que “implica a convocação dos sócios para a eleição” de novos corpos sociais. A Mesa da Assembleia Geral convocou por duas vezes reuniões extraordinárias para o efeito. Mas sem resultados práticos.

- PUB -

“Não tendo sido apresentadas nessas assembleias gerais quaisquer listas candidatas a preenchimento dos novos órgãos sociais, foi deliberado em reunião plenária dos órgãos sociais em exercício que se manterão em funções até final do mandato em curso, tendo em vista que aquilo que a associação mais precisa nesta fase é de tranquilidade e estabilidade para continuar a servir a população com a eficácia e a eficiência que se esperam dos bombeiros em quaisquer circunstâncias”, explica a associação, a concluir.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Mais de 70 lotes de terreno no Bairro Grito do Povo alienados a proprietários de habitações

Os lotes vão ser vendidos a moradores e descendentes directos, que pretendam melhorar as condições de habitabilidade

Centro Comercial do Bonfim: uma história mal contada

O Centro Comercial do Bonfim foi o primeiro centro comercial com essas características em Setúbal e um dos primeiros no país. Tinha no seu interior...

Casal assaltou 13 casas num mês na Moita

Um casal assaltou 13 casas na Moita no espaço de um mês. Ele assaltava e ela vendia os bens. Conseguiram 29 mil euros. Os assaltos...
- PUB -