24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaAutarquia vai investir quase dois milhões na educação no próximo ano lectivo

Autarquia vai investir quase dois milhões na educação no próximo ano lectivo

Apoios aprovados. Refeições para o 1.º ciclo do básico e pré-escolar ascendem a cerca de 1,2 milhões de euros. Concurso aberto

 

- PUB -

Cerca de dois milhões de euros é o valor que a Câmara Municipal de Palmela já prevê investir no sector da educação, em refeições escolares, cadernos de actividades, transportes e apoios de acção social, no próximo ano lectivo.

A maior parte do investimento vai para as refeições escolares nos estabelecimentos de ensino do 1.º ciclo e pré-escolar da rede pública do concelho. “Para o próximo ano lectivo, estima-se um investimento de 1 milhão e 189 mil euros, para o fornecimento de um total de 439 mil e 360 refeições escolares (entre as confeccionadas no local, nos estabelecimentos dotados de refeitório, e as refeições transportadas, com confecção externa)”, revela a autarquia, que na última quarta-feira decidiu por unanimidade abrir o concurso para o fornecimento das refeições.

Na mesma sessão foi aprovado, com igual sentido de voto, o Plano de Transportes Escolares para 2021-2022, que a autarquia prevê que ascenda a um total de 731 mil e 690 euros. “Estima-se que sejam abrangidos pelos transportes escolares 1 491 alunos, dos quais 1 269 irão utilizar transportes públicos e 283 serão transportados em viaturas municipais alugadas para o efeito ou da própria frota municipal”, detalha o município, que justifica o recurso aos serviços de uma transportadora externa. “A capacidade de integração entre transporte escolar e transporte público é reduzida, especialmente, na zona nascente do concelho, daí a necessidade de recorrer à contratação do serviço a uma transportadora, para alunos do 1.º ciclo, residentes em zonas rurais do concelho mais dispersas. Para assegurar o transporte escolar em áreas não servidas pelo transporte público ou cuja residência fique a 2 ou mais quilómetros da paragem dos transportes públicos, recorre-se à frota municipal.”

- PUB -

Cadernos e acção social

Definido está também um apoio de 38 mil e 433 euros a atribuir a dois agrupamentos de escolas do concelho, para aquisição dos cadernos de actividades para “1 227 alunos do 1.º ciclo do ensino básico”. O Agrupamento de Escolas de Palmela recebe “31 mil e 380 euros” para abranger “1 003 estudantes” e o Agrupamento José Saramago, em Poceirão, beneficia de “7 mil e 052 euros” para apoiar “224 alunos”.

Já no que toca à acção social escolar, o município decidiu atribuir um apoio global de “29 mil e 600 euros”, que corresponde “a um adiantamento para o próximo ano lectivo” e que vai contemplar “740 alunos carenciados” numa primeira fase. O montante é distribuído pelos agrupamentos de escolas de Palmela (€10.000 – 250 alunos), José Saramago, em Poceirão (€4.800 – 120 alunos), e José Maria dos Santos, em Pinhal Novo (€14.800 – 370 alunos). O município salienta que, assim, manterá “em 40 euros o valor a atribuir a cada aluno posicionado no escalão 1 e 2 do abono de família, no próximo ano lectivo”.

- PUB -

Os apoios para a aquisição de cadernos de actividades e de acção social foram também aprovados por unanimidade na mesma sessão de câmara.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -