26 Julho 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Palmela Smartenergy investe mais de 83 milhões em três novas centrais fotovoltaicas

Smartenergy investe mais de 83 milhões em três novas centrais fotovoltaicas

Algeruz, Poceirão e Pinhal Novo recebem investimento da empresa suíça

 

- PUB -

A empresa suíça Smartenergy vai investir mais de 83 milhões de euros na construção de três centrais fotovoltaicas no concelho de Palmela. A apresentação dos projectos decorreu na passada terça-feira em Algeruz, local onde irá nascer a Central de Quinta da Seixa – as outras duas vão ser instaladas em Poceirão e Pinhal Novo.

As três centrais fotovoltaicas, com uma capacidade total de cerca de 140 MWp, vão permitir alimentar energeticamente de cerca de 25 mil habitações.

A cerimónia de apresentação – promovida pela investidora e integrada na iniciativa de proximidade “Semana das Freguesias”, desta vez dedicada a Palmela – contou com a presença de elementos dos executivos da  Câmara Municipal e da Junta de Palmela.

- PUB -

Para Álvaro Amaro, presidente da Câmara, os projectos revestem-se de capital importância para o concelho. “Palmela tem o privilégio de ter, em todas as freguesias, um conjunto de projectos desta natureza que consideramos que são estratégicos para os actuais desafios que se colocam aos territórios, ao País e ao planeta. Os três projectos que a Smartenergy traz para o nosso concelho são de excelência e respondem a todas as exigências e critérios”, disse o autarca.

Investimentos que vêm ao encontro da estratégia do município, acrescentou. “Temos um concelho com diversas vocações e vias de desenvolvimento e valia a pena, também, uma aposta nesta área da chamada ‘energia verde’, pelo que temos procurado acarinhar investimentos, sem deixarmos de escrutinar muito bem todas as vantagens e desvantagens”, frisou.

Contudo, o edil deixou claro que esta aposta não põe em causa outros valores e vocações, mais endógenos do concelho. “Não deixaremos de ser um concelho com agricultura – damos disso prova nos vinhos, na fruta, na floricultura e noutros domínios, e temos espaço para esta coexistência, que é garante de sustentabilidade”, apontou.

- PUB -

A Smartenergy tem sido bastante activa na concretização da aposta que Portugal fez na energia solar como um dos vectores para contribuir para a descarbonização.

A empresa suíça está a avançar com investimentos em Portugal e Palmela é a região onde tem mais projectos em desenvolvimento. No total, os diversos projectos da empresa totalizam mais de 1GWp de capacidade fotovoltaica em Portugal.

“Identificamos, desenvolvemos e entregamos activos de energia verde. Somos uma das forças motrizes na transição em curso do sector para a energia verde, centrada na implantação de projectos de energia solar, eólica e hidrogénio verde”, concluiu João Cunha, director-geral da empresa.

Quinta do Anjo NextEnergy lança primeira pedra de outra fotovoltaica

Já apresentado também foi o projecto de uma outra Central Fotovoltaica, para a Quinta do Anjo, que ascende a 35 milhões de euros. O lançamento da primeira pedra no Bairro Alentejano decorreu no passado dia 16. A obra vai ocupar uma área calculada de 45 hectares e deverá estar operacional em 2022.

O investimento é da NextEnergy Capital, empresa de gestão de investimentos e activos no sector das energias renováveis através do fundo NextPower III. O arranque dos trabalhos de construção está previsto ainda para este ano. Esta central contempla a instalação de 90 076 painéis solares, com uma potência de 40,5 MWp.

- PUB -

Mais populares

Terminal Interface de Setúbal a poucos dias de estar concluído

A construção do novo Terminal Interface de Setúbal, na Praça do Brasil, está a poucos dias de estar concluída, com a obra a entrar...

Emblemática estação de ‘camionagem’ de Setúbal tem novo dono após meio ano de inactividade

Plano de Pormenor define para edifício na 5 de Outubro implementação de áreas de serviço ou habitação   A emblemática estação rodoviária de Setúbal, situada na...

Câmara de Alcochete diz-se disponível para acolher estrutura europeia dedicada ao empreendedorismo

Município endereçou ao Governo “um conjunto de vantagens que considera serem competitivas” para a sua instalação no concelho   Depois de decidido que Portugal passará a...
- PUB -