28 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaBloco de Esquerda volta a apostar em Carlos Oliveira para a Câmara...

Bloco de Esquerda volta a apostar em Carlos Oliveira para a Câmara Municipal

Os bloquistas apresentaram os cabeças-de-lista a todos órgãos autárquicos com muitas caras novas

 

- PUB -

O Bloco de Esquerda escolheu o bonito cenário do Castelo de Palmela para, no último domingo, revelar oficialmente os candidatos à Câmara, à Assembleia Municipal e às juntas de freguesia do concelho.

São quatro homens e duas mulheres as escolhas dos bloquistas para a corrida eleitoral deste ano. Destaque para as recandidaturas de Carlos Oliveira, à Câmara Municipal, e de Tânia Ramos à Assembleia Municipal. Mas também para três caras novas para as freguesias.

À presidência das quatros freguesias do concelho vão apresentar-se Bruno Pereira (Pinhal Novo), que também se recandidata, Márcia Lima Soares (Palmela), Tomás Barão (Quinta do Anjo) e Pedro Alexandre (Poceirão e Marateca), estes últimos três nomes são as caras da renovação bloquista para este acto eleitoral.

- PUB -

No arranque desta corrida autárquica os candidatos contaram com a presença e apoio de um histórico do partido, Luís Fazenda, da actual deputada Joana Mortágua, candidata do Bloco à Câmara de Almada, e da ex-deputada Mariana Aiveca.

Sob o lema “Palmela, Compromisso e Igualdade”, Carlos Oliveira revelou o que considera que seria um bom resultado para o Bloco de Esquerda nas eleições que se avizinham. “[Para] continuar a lutar por aquilo que faz mais falta aos palmelenses, manter e reforçar o número dos eleitos que temos nos diferentes órgãos autárquicos é o nosso objectivo. A partir daí o que vier em termos de votos e lugares será sempre um bom resultado”.

Uma meta mais fácil de alcançar se a lógica de voto no Bloco de Esquerda a nível nacional se aplicar a nível local, considera o candidato. “O objectivo de qualquer autarca do Bloco de Esquerda é que a mesma projecção de votos alcançada para as legislativas ou europeias seja aquela que se repercuta nas eleições autárquicas e a verdade é que o partido tem muito eleitos por este país fora, inclusive em Palmela. É um trabalho imenso que temos de fazer para convencer as pessoas que o nosso programa dá resposta aos anseios das populações”, disse.

- PUB -

Transportes públicos são prioridade

Carlos Oliveira aponta os transportes públicos como a prioridade principal do Bloco de Esquerda, área, aponta, onde nos últimos quatro anos pouca coisa mudou. “Num concelho tão vasto há populações que são mal servidas pelos transportes públicos. Há pessoas, mais na zona rural, mas também aqui numa zona com mais densidade populacional, sem um serviço rodoviário com a frequência e qualidade desejável. Quando as empresas concessionárias apostam numa lógica de lucro a questão do serviço à população fica para trás e nós o que entendemos é que a Câmara Municipal tem aqui um papel complementar. Ou seja, onde a rede implementada não é suficiente para garantir o melhor transporte a todos, a autarquia tem de providenciar esse serviço”, assumiu.

Tânia Ramos, de novo candidata à Assembleia Municipal, garante que com o Bloco de Esquerda as promessas autárquicas têm de ser cumpridas. “Prometemos fazer o que fizemos até aqui, agir com transparência e reivindicar as promessas feitas que nunca saem da gaveta. Queremos um projecto para Palmela que respeite as suas gentes e o seu património”, frisou.

A candidata acusa a CDU de “um gestão deficitária que arranca somente em anos de eleições e não respeita a vontade dos eleitores nem as suas reais necessidades”. “As obras e os projectos devem servir a população e nunca interesses políticos”, juntou.

E a concluir atirou: “Com a nossa candidatura exigimos responsabilidades. Não podemos viver na sombra do imenso que se pode fazer por Palmela. Não podemos ter gente de primeira e gente de segunda só porque uns escolhem viver numa zona mais rural e outros escolhem viver nas vilas ou cidades. Igualdade e compromisso foi isso que fizemos enquanto eleitos nas assembleias durante os últimos anos. A estas eleições apresentamo-nos com a mesma ambição mas com objectivos renovados”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

D. José Ornelas deixa de ser Bispo de Setúbal

O SETUBALENSE sabe que o Prelado vai substituir D. António Marto na Diocese de Leiria-Fátima

Autocarro consumido pelas chamas no centro de Setúbal [corrigida]

Viatura dos TST circulava perto do Comando da PSP. Passageiros e motorista saíram ilesos

Moradores do condomínio da Quinta da Trindade queixam-se de ruído vindo de estaleiro naval

A decapagem do casco de navios está a tirar o sossego a quem reside nas proximidades do estaleiro. Empresa diz que está a mitigar incómodo
- PUB -