5 Dezembro 2021, Domingo
- PUB -
InícioLocalPalmelaPalmela e Guimarães unem-se para recuperar turismo

Palmela e Guimarães unem-se para recuperar turismo

Autarquias partilham “experiências e saberes” para alavancar sector nos dois concelhos

 

- PUB -

Recuperar os indicadores que o sector turístico apresentava em Portugal, em particular em Guimarães e Palmela no ano de 2019, pré covid, é um dos principais desafios no acordo estabelecido entre os dois municípios.

Depois de, em 2015, ter feito protocolo semelhante a Sul com Silves, a autarquia palmelense aponta agulhas a Norte e avança com uma parceria que visa a dinamização turística com acções conjuntas para promover a valorização e atractividade deste segmento em ambos os concelhos.

O protocolo assinado numa cerimónia, que teve lugar na Igreja de Santiago, Castelo de Palmela, na passada sexta-feira, tem nesta primeira fase a duração de dois anos sendo renovável por períodos iguais.

- PUB -

Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela, vê neste acordo “uma oportunidade de partilha de informação e estabelecimento de sinergias que permitam complementar experiências e saberes, acrescentar valor”.

O autarca confia que este protocolo ajude a recuperar os bons indicadores que o sector do turismo registava em Palmela no ano de 2019, mas deixa um alerta. “Para isso temos de ser sustentáveis e diferenciadores”.

É tempo, disse ainda, “de reforçar a aposta no turismo de natureza, no turismo verde e no turismo acessível. É vital atrair públicos qualificados que preferem a tranquilidade, horizontes abertos e o contacto próximo com o mundo natural ao buliço dos grandes centros urbanos”.

- PUB -

Sofia Ferreira, vereadora responsável pelo Turismo na Câmara Municipal de Guimarães, salientou a importância deste tipo de parcerias. “Hoje mais do que nunca o trabalho em conjunto é determinante para promovermos o desenvolvimento. Este tipo de aproximação entre municípios é importante para, em conjunto, engrandecermos os nossos territórios”.

A autarca minhota realçou a importância que o turismo tem para os dois municípios por isso, neste protocolo, vai merecer uma atenção muito especial. “Vai receber prioridade quase total de ambas as partes. Sendo o turismo transversal a toda a actividade económica acaba por ser vulnerável a situações externas como foi o caso da covid. Até então os níveis de crescimento do sector em Guimarães eram brutais. No início de 2020 previam-se mesmo números ainda melhores mas a pandemia não o permitiu, por isso, a prioridade vai para retomar esse caminho de grande crescimento”, concluiu.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -