29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaCâmara Municipal de Palmela vai testar auxiliares de acção educativa e motoristas...

Câmara Municipal de Palmela vai testar auxiliares de acção educativa e motoristas dos transportes escolares

Medida pretende garantir “segurança da comunidade educativa” no arranque do novo ano lectivo

 

- PUB -

Com o arranque do novo ano lectivo agendado para esta quinta-feira, a Câmara Municipal de Palmela vai colocar em prática “um conjunto de medidas e investimentos especiais”, com o objectivo de contribuir “para a segurança da comunidade educativa neste contexto pandémico”, refere a autarquia em comunicado. Para o efeito, “e na sequência de reuniões realizadas com os três agrupamentos de escolas”, vão ser colocadas em acção diversas práticas de forma a evitar a propagação da Covid-19, que “perfazem um investimento superior a 100 mil euros”.

Entre outras medidas, a Câmara Municipal vai proceder à “testagem das auxiliares de acção educativa, afectas ao pré-escolar e refeitórios e dos motoristas afectos a transportes escolares, à distribuição de máscaras reutilizáveis e à aquisição de tapetes desinfectantes para colocação nas entradas de cada edifício escolar”. A autarquia vai, também, ceder “aos agrupamentos 30 portáteis e 75 hotspots para os alunos com carências económicas”, colocar “145 webcams, pares de colunas e auscultadores” e fornecer “refeições a 31 alunos carenciados, em regime de take-away”.

No que diz respeito aos apoios sociais, o município vai oferecer “os cadernos de actividades a todos os 2 266 alunos do 1.º ciclo do ensino básico”, mantendo, ainda, a “atribuição de Bolsas de Estudo a 30 alunos que ingressem ou frequentem estabelecimentos de Ensino Secundário Público, Cursos de Especialização Tecnológica e Ensino Superior”.

- PUB -

Os passes escolares, por sua vez, para os alunos que estudam foram do concelho, podem ser carregados mensalmente nos Centros de Recurso para a Juventude e na sede da União de Freguesias de Poceirão e Marateca, enquanto que nos transportes escolares “mantém-se a discriminação positiva da distância casa/escola igual ou superior a dois quilómetros”. “Após 5 anos de implementação, considera-se consolidado o transporte de alunos do Bairro Alentejano para a Escola Hermenegildo Capelo, continuando-se a alargar, também este apoio, aos alunos da Escola Secundária de Palmela residentes na mesma zona”, refere a autarquia na mesma nota.

A nível da Acção Social Escolar, “os alunos dos agregados familiares integrados no primeiro e segundo escalões do abono de família, é aplicado um escalão único, indexado ao valor do escalão A”. Aos estudantes do pré-escolar que se enquadrem nesta medida vão ser oferecidas as refeições, assim como aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico, acrescendo, ainda um apoio financeiro para material escolar e visitas de estudo, no montante de 40 euros.

Na educação pré-escolar, por sua vez, “regista-se a manutenção de 35 salas de aula, com a frequência de 820 crianças”, estimando-se que “a despesa global aumente para cerca de 785.000 euros”. Para “garantir que o ano lectivo arranca em pleno funcionamento, o município procedeu, também, à contratação de mais seis assistentes operacionais para o pré-escolar e programa de alimentação escolar, aumentando para 82 as auxiliares de acção educativa”, e atribuiu “aos Agrupamentos de Escolas dez euros por aluno, num total de 32 550 euros”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário "dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal"
- PUB -