1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaLuis Neto deixa comando dos bombeiros voluntários

Luis Neto deixa comando dos bombeiros voluntários

 

Luís Neto era comandante dos Bombeiros de Pinhal Novo há dois anos, tendo substituído Raúl Prazeres, anunciou a saída alegando “desentendimentos com a direcção”

- PUB -

 

 

Luís Neto anunciou a saída de comandante dos Bombeiros de Pinhal Novo alegando “desentendimentos com a direcção” e denunciando que “havia uma intromissão constante no meu trabalho”. Luís Neto acrescenta “aguentei para ver se as coisas se resolviam, mas como isso não aconteceu abdiquei do cargo”. O ex-comandante dos bombeiros irá regressar às anteriores funções de formação na área de emergência médica.

- PUB -

O presidente da instituição, José Calado, explicou que o comandante “criou um conflito com o corpo dos bombeiros, que não o queria” e “quando constatei que o comandante tinha apenas um apoio de 10 por cento dos bombeiros aceitei a sua saída, porque assim era difícil ser comandante”.

Os bombeiros do quadro com quem contactámos apenas nos referiram que o Luís Neto “era um excelente profissional, mas um mau gestor humano, que criava conflitos internos”.

Vasco Marto, 2º comandante, irá assumir interinamente o cargo de comandante, enquanto a direcção estuda quem substituirá Luís Neto.

- PUB -

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
Fátima Brinca
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -