28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaConstrução do pavilhão desportivo do Poceirão a concurso “dentro de dias”

Construção do pavilhão desportivo do Poceirão a concurso “dentro de dias”

Em resposta ao deputado municipal José Manuel Silvério, o presidente Álvaro Amaro esclareceu que a futura estrutura será gerida pela Palmela Desporto

 

- PUB -

 

 

O concurso público para a empreitada para a transformação do Polidesportivo de Poceirão, num pavilhão desportivo, será lançado “dentro de dias”, revelou o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, na reunião da última quarta-feira da Assembleia Municipal de Palmela.

- PUB -

A empreitada vai a concurso público pelo preço base de 456 mil euros.

A proposta da Câmara esclarece que o novo pavilhão “é constituído por diversos espaços polivalentes, com destaque para a grande nave, com 1.250 metros quadrados de área livre, destinada à prática desportiva e a outras atividades socioculturais, e três salas para apoio socioeconómico e capacitação da população e do território nas diversas dimensões: social, educacional, cultural, económica, inovação, ambiente, emprego, voluntariado, emprego e empreendedorismo”.

O presidente da autarquia explicou também que o novo equipamento “servirá a comunidade e as escolas”, entre elas a José Saramago, e os agentes socioculturais, desportivos, associativos e económicos da região, cuja gestão será assegurada pela Palmela Desporto, a exemplo dos outros equipamentos do concelho.

- PUB -

O deputado socialista José Manuel Silvério pediu esclarecimentos ao presidente Álvaro Amaro sobre as obras e quis também saber se a gestão do futuro equipamento será assegurada pela Palmela Desporto e se servirá a Escola José Saramago.

Comentários

Fátima Brinca
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -