23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Odemira Música e arte lusófona e do Mediterrâneo à solta em Odemira

Música e arte lusófona e do Mediterrâneo à solta em Odemira

Festival Sete Sóis Sete Luas dá espectáculos até domingo e contempla mostra de artes plásticas até meados de Novembro

 

- PUB -

Arranca hoje, a partir das 21h30, na zona ribeirinha de Odemira, o “Festival Sete Sóis Sete Luas”, que se estende até ao próximo domingo com um conjunto de espectáculos a realçar a música e a arte do Mediterrâneo e do panorama lusófono.

O evento é retomado depois, no dia 20, com uma mostra de artes plásticas que estará patente ao público no Espaço CRIAR.

A abrir o festival vai estar a companhia francesa de circo aéreo acrobático Les P’tits Brás com a apresentação do espectáculo “Bruits De Coulisses”. “O público será convidado a entrar num ambiente teatral do Século XVII, para assistir a histórias entre o sonho e a realidade, entre a ilusão e a verdade, com fantasia, poesia e humor”, revela, sobre esta actuação, o município de Odemira, responsável pela organização do certame. O espectáculo é repetido amanhã no mesmo local (zona ribeirinha) e à mesma hora (21h30).

- PUB -

No sábado, mas no Cerro do Peguinho, a partir das 21h30, o festival prossegue com a subida ao palco de Med Arab 7sóis Ensemble – grupo que, sublinha a autarquia, “reú-
ne músicos de Marrocos, Grécia, França, Espanha e Portugal”. Sob a direcção musical de José Barros, o conjunto “mistura instrumentos e instrumentistas das culturas ocidental, oriental e africana” para dar “vida a sons antigos e ao mesmo tempo novos”. O resultado, salienta a autarquia, “é um surpreendente som mediterrâneo, fresco, imediato e cheio de ecos distantes”.

O último dia do festival começa pela manhã, pelas 11h00, com nova actuação do mesmo grupo, desta feita dirigida “aos utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Odemira (APCO)”. À noite, a partir das 21h30, de regresso ao Cerro do Peguinho, o evento vai contar com a actuação da Maio 7luas Band. Trata-se de uma “produção original do Festival Sete Sóis Sete Luas”, que conta “com a participação de alguns dos prestigiados músicos do Maio, uma das ilhas mais periféricas do arquipélago de Cabo Verde”, faz notar a edilidade. O repertório do grupo, adianta a autarquia, “aposta em temas criados por compositores da ilha e defende por isso a sua tradição musical, utilizando o crioulo”.

Os espectáculos são gratuitos mas obrigam a marcação prévia, através do contacto 283320900 ou presencialmente no edifício da Divisão de Desenvolvimento Sociocultural. Os lugares são limitados.

- PUB -

À margem dos espectáculos, o festival contempla ainda entre 20 deste mês e 16 de Novembro a apresentação da exposição de artes plásticas “Saramago Mediterrâneo” no Espaço CRIAR.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -