23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Construção de embarcação típica do Tejo lançada a concurso por 590 mil euros

Construção de embarcação típica do Tejo lançada a concurso por 590 mil euros

Construção de embarcação típica do Tejo lançada a concurso por 590 mil euros

Aquisição vai contar com financiamento comunitário. Barco terá 16,5 metros e uma lotação de 45 passageiros mais dois tripulantes

A Câmara Municipal do Montijo vai abrir um concurso público para aquisição de uma embarcação típica do Tejo, a construir de raiz, pelo preço-base de 590 mil euros acrescido de IVA e prazo de entrega de 24 meses. A abertura do procedimento foi aprovada pelo executivo, por unanimidade, na reunião pública de quarta-feira passada.

A embarcação para navegação à vela, do tipo bote-fragata e que será denominada “Gaivota de Montijo”, terá como principal objectivo “assegurar uma actividade regular no Estuário do Tejo, predominantemente destinada a uma utilização turística e à participação em eventos da tradição e da cultura local”, revelou o município. E, de acordo com Nuno Canta, presidente da autarquia, irá constituir-se como “elemento de identidade e de património náutico” local, que permitirá “levar o nome do Montijo pelo Tejo fora”, funcionando como “um cartão de visita”.

- PUB -

As características da futura embarcação estão também definidas. Segundo a edilidade, a “Gaivota de Montijo” terá “um comprimento total de 16,5 metros e uma lotação de 45 passageiros mais dois tripulantes”.

O investimento vai contar com financiamento comunitário, uma vez que a Câmara Municipal já havia decidido, em Fevereiro de 2023, aderir ao GAL ADREPES Costeiro, ao abrigo do Programa MAR 2030, conforme recordou o líder do executivo. “O programa comunitário desenvolvido pela ADREPES, em que o Montijo está presente, vai permitir ter financiamento comunitário para esta embarcação”, disse.

A aquisição da embarcação, faz notar o município, resulta “do reconhecimento da importância em preservar o património náutico tradicional”. Nesse âmbito, “é fundamental” que a futura “Gaivota de Montijo” se apresente “genuína e demonstrativa da tradição e autenticidade de todos os seus componentes”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -