9 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo garante 1,7 milhões do PRR

Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo garante 1,7 milhões do PRR

Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo garante 1,7 milhões do PRR

Financiamento conseguido a cem por cento para equipar pólo tecnológico, que a associação espera começar a construir em 2024

 

A Associação para a Formação Profissional e Desenvolvimento do Montijo (AFPDM) viu aprovada, na última quarta-feira, uma candidatura ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no valor de 1,7 milhões de euros para equipar o futuro pólo tecnológico.

A informação foi avançada por Maria Clara Silva, vereadora na Câmara do Montijo com o pelouro da educação, durante a reunião do executivo municipal desta quarta-feira, com a autarca a salientar que a candidatura obteve “luz verde” no montante máximo de financiamento, ou seja a cem por cento.

O financiamento conseguido, no âmbito da candidatura à instalação e/ou modernização dos centros tecnológicos especializados, vai permitir apetrechar o pólo tecnológico que a AFPDM espera ter construído antes do final de 2025. Segundo Teresa Carvalho, presidente do Conselho de Administração da AFPDM, a instituição pretende lançar o concurso para adjudicação da obra de construção do edifício do novo pólo no início de 2024. E está já a negociar a contratualização de um empréstimo bancário para a execução da empreitada.

Garantido está o financiamento de 1,7 milhões de euros do PRR para equipar o futuro pólo. “É essencial para a consolidação do projecto de modernização, porque vai permitir-nos dar um grande salto qualitativo na formação, fruto da inovação dos equipamentos que vamos passar a ter ao dispor da comunidade”, disse Teresa Carvalho.

Antes, numa primeira fase de candidaturas ao mesmo tipo de fundos, a AFPDM também já conseguira ver aprovada uma verba de quase 700 mil euros para a área da informática.

O futuro edifício do pólo tecnológico vai contemplar espaços para três áreas-chave: a da restauração e turismo; a tecnológica; e a das tecnologias de informação e comunicação.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -