24 Fevereiro 2024, Sábado
- PUB -
InícioLocalMontijoExpensive Soul sobem hoje ao palco depois de um dia de tradição...

Expensive Soul sobem hoje ao palco depois de um dia de tradição religiosa

Montijo está em festa. ‘Noite do Pescador’ também marca programa de hoje. Amanhã cumpre-se ‘o dia mais longo’ dos festejos

 

- PUB -

Montijo entrou hoje no quarto dia das Festas Populares em Honra de São Pedro, que se prolongam até à próxima segunda-feira. A actuação dos Expensive Soul, a partir das 22h30 na zona ribeirinha, é o principal destaque da programação para esta sexta-feira, depois de a vertente religiosa ter assumido protagonismo na véspera, através das duas habituais procissões (a fluvial e a nocturna).

Mas as actividades que espelham a verdadeira tradição montijense abriram – e pode dizer-se também que “fecham” – o calendário festivo de hoje. A começar pelas iniciativas promovidas pela Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA), logo pela manhã, com a tradicional lavagem junto à Ermida do Senhor dos Aflitos, seguida da arrematação de bandeiras e imagens, e do almoço da classe piscatória. E, a partir da meia-noite, com a denominada “Noite do Pescador”, também organizada pela SCUPA e que se destaca pela distribuição de massinha de peixe.

De permeio, ainda ao longo desta sexta-feira, há a registar o “VI Concurso de Embarcações Engalanadas” da Associação Náutica Montijense (ANAU), pelas 18 horas, vários espectáculos musicais, demonstrações de dança e ginástica, pelos sete palcos espalhados pelo centro da cidade.

- PUB -

Amanhã (sábado), o cortejo marialva, promovido pela Tertúlia São Pedro, dá continuidade às comemorações pelas 10h30. Este é um dos dias mais fortes das festas, até porque acaba por se constituir como “o mais longo” dos festejos, com a realização da típica “Noite de Comes e Bebes” na Rua Joaquim de Almeida que arranca pela meia-noite e meia e chama a si a maior parte da madrugada. Antes, pelas 22h30, tem lugar na Monumental Amadeu Augusto dos Santos outro dos momentos que são imagem de marca das festas montijenses: a corrida de toiros de homenagem a São Pedro, que este ano se celebra à antiga portuguesa – João Telles, Emiliano Gamero e Luís Rouxinol Jr. vão lidar um curro de toiros da ganadaria Vinhas e as pegas vão estar a cargo de três grupos de forcados: Tertúlia Tauromáquica Montijense, Amadores do Montijo e Aposento do Barrete Verde de Alcochete.

Em termos de animação musical, dança e outras actividades, o ritual programático é sempre constante – não há palco que não apresente actuações.

Domingo inicia-se com actividades dirigidas ao público infantil, na Praça da República, e, à tarde (17 horas), a forte ligação montijense à festa brava volta a mostrar-se com uma aula prática de toureio de avaliação e V Troféu Augusto Gomes Jr., na Praça de Toiros. À noite (21 horas) desfilam na Avenida dos Pescadores as marchas populares (Ribeira de Frades; Sociedade de Carcavelos; Reformados do Montijo; e Academia Sénior de Atalaia e Alto Estanqueiro-Jardia). As bandas filarmónicas da AMUT (21 horas) e da 1.º de Dezembro (22h30) actuam na Praça da República e o fado canta-se junto à SCUPA (22 horas).

- PUB -

O último dia das festividades apresenta como principal destaque o espectáculo com Tony Carreira, na zona ribeirinha (22 horas). Antes (21h30) tem lugar o festival de ranchos folclóricos no palco da Avenida dos Pescadores. O encerramento, como é da praxe, acontece à meia-noite com o tradicional espectáculo de fogo-de-artifício na zona ribeirinha.

Devoção Procissão fluvial juntou centenas

A Procissão Fluvial realizada ontem (feriado municipal) juntou largas centenas de pessoas no Cais das Faluas. Para trás ficava o ritual de apresentação da figura de São Pedro na Base Aérea n.º 6, transportada que é, ano após ano nesta data, a bordo de uma das embarcações engalanadas que sulcam as águas do Tejo na viagem de ida e volta para cumprimento do acto de fé. População, autarcas, representantes da classe piscatória, entre outros, associam-se a esta manifestação de devoção, que termina com o regresso da imagem de São Pedro à Igreja Matriz, na Praça da República.

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -