5 Dezembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoMinistra da Segurança Social quer investir nas crianças para garantir “igualdade de...

Ministra da Segurança Social quer investir nas crianças para garantir “igualdade de oportunidades”

Ana Mendes Godinho abriu a sessão no VI Fórum Abrigo, no Montijo, com o objectivo de “garantir o melhor para as crianças”

 

- PUB -

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social marcou presença esta manhã no VI Fórum Abrigo, mostrando-se empenhada em garantir um futuro melhor para as crianças em Portugal. Ana Mendes Godinho assegura que todos têm a responsabilidade de garantir que os mais novos tenham as mesmas condições, independentemente das suas origens.

“Estamos todos aqui com o mesmo objectivo e com o mesmo fim, de garantir o melhor para as nossas crianças”. Foi desta forma que a ministra iniciou a sua intervenção no VI Fórum Abrigo, que se realiza hoje no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida.

Ana Mendes Godinho começou por afirmar que é um trabalho de todos em assegurar iguais condições para todas as crianças. “Temos, enquanto sociedade, a responsabilidade de garantir que todas as crianças tenham as mesmas condições, independentemente de onde nasça ou das suas condições socioeconómicas”.

- PUB -

A ministra indicou as prioridades de investimento nas crianças, começando por falar sobre a gratuidade das creches, medida que foi imposta pelo actual Governo. “Apostamos na mobilização de recursos de modo a apoiar as famílias, seja, por exemplo, na gratuitidade das creches, que vejo como uma das medidas que pode ser mais transformadora”, referiu.

Ana Mendes Godinho afirmou que ter acesso a uma creche é fulcral para que exista uma igualdade de oportunidades para as crianças. “É a garantia de que qualquer criança tem direito a fazer parte de um sistema colectivo, existindo uma igualdade de acesso de oportunidades, independentemente de onde esteja”.

Foi também analisado pela ministra os números de crianças no sistema de acolhimento, mostrando-se positiva por nos últimos dez anos os números terem baixado em mais de duas mil crianças, mas ainda assim preocupada por existirem mais de seis mil crianças ainda nestas condições.

- PUB -

Ana Mendes Godinho finalizou com o mote de o tratamento das crianças ser uma “missão colectiva”, assegurando que enquanto houver um jovem sem resposta adequada por parte da sociedade, “falhamos todos”.

“Se falharmos com as nossas crianças, estamos a falhar no nosso futuro colectivo. As crianças devem ser a nossa missão diária, qualquer dia que faltemos a uma criança é um dia perdido”, rematou.

“As crianças e o Mundo – Que caminhos? Que metas?” é o tema do VI Fórum Abrigo, que traz ao Montijo, nesta próxima quarta-feira, a ministra Ana Mendes Godinho e a Procuradora-Geral da República, Lucília Gago, além de um conjunto de académicos, investigadores e políticos, para reflexão sobre o futuro dos jovens em risco.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -