12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoFeira Quinhentista de Aldeia Galega regressa em Setembro

Feira Quinhentista de Aldeia Galega regressa em Setembro

Associação Alius Vetus assegura a execução de toda a animação cultural de três dias de programa

 

- PUB -

A Feira Quinhentista do Montijo volta a celebrar-se, em Setembro próximo, após dois anos de interregno forçado pela pandemia de covid-19. Agendada para três dias – de 9 a 11 do próximo mês –, a sétima edição do certame promete animar o centro da cidade montijense.

“O evento pretende enquadrar os seus visitantes num ambiente de realização dos ofícios de época, de visita de mercadores de outras paragens, de tascas e tavernas com vários folguedos de dança, música, poesia, saltimbancos”, revela a Câmara Municipal do Montijo, entidade promotora do evento que tem como objectivo “assinalar as comemorações sobre a data de atribuição do foral novo a Aldeia Galega, no âmbito da reforma dos forais promovida por D. Manuel I”.

Na passada quarta-feira, o executivo municipal aprovou o habitual protocolo de cooperação com a Alius Vetus, Associação Cultural História e Património, que assegura a programação e concretização de actividades que podem ser apreciadas ao longo dos três dias. No âmbito da colaboração, a autarquia atribui 8 mil euros à Alius Vetus e presta ainda o apoio logístico necessário para a realização do certame. Já a associação fica responsável pela execução de toda a animação cultural do programa.

- PUB -

O protocolo de parceria foi aprovado com os votos de PS (três) e CDU (dois) e as abstenções do PSD (duas).

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -