6 Julho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoFestas São Pedro | Quadrada já leva uma década a promover bandas...

Festas São Pedro | Quadrada já leva uma década a promover bandas montijenses

Força total à música local. História começou com uma rulote de venda de bebidas. Hoje, a associação gere um dos mais apetecíveis palcos das festas

 

- PUB -

Começaram com uma rulote e um pequeno palco a dinamizar o “largo dos autocarros”, na Praça Gomes Freire de Andrade. Constituíram-se como associação poucos anos depois e viram a Câmara Municipal do Montijo reconhecer-lhes mérito pelo contributo emprestado ao engrandecimento das Festas Populares de São Pedro. Agora, A Quadrada é responsável por um dos mais apetecíveis palcos – são seis, no total – que integram as festividades.

Nesta edição, a associação vai apresentar, entre outras propostas de animação, as bandas Persona 77, Bond, Metamorfose, Somanonas (tributo a Mamonas Assassinas), In Vivo (tributo aos GNR), Double Shot Blues, os DJ Pedro Ramalho, Joana e Vítor R. Mas para se chegar aqui houve todo um trajecto de mais de uma década de provas dadas, conforme recorda Paulo Correia (à direita na foto, ao lado de Ricardo Barroso), 61 anos, presidente da Quadrada.

“Como associação vamos para o nono ano de participação nas Festas de São Pedro. Mas começámos antes, como grupo de amigos, com uma rulote para venda de bebidas e um palco há 12 ou 13 anos. Quando chegámos ao ‘largo dos autocarros’ não havia ali nada. Dinamizámos o local, pelas festas, a autarquia reconheceu o nosso trabalho e acabámos por ficar com aquela ‘meia-lua’ a nosso cargo, onde promovemos o convívio e a música rock”, lembra o responsável, para reforçar de seguida: “Começámos por promover os grupos de música montijenses, principalmente, e agora abrimos mais o leque.”

- PUB -

O programa preparado para este ano está orçado “em cerca de dois mil euros” e obriga a um trabalho atempado de planificação. “Temos de começar a programar com meses de antecedência, para termos quem queremos a actuar nos horários pretendidos”, sublinha, sem deixar de reconhecer que “o trabalho aperta mais a duas semanas do início dos festejos”. Um trabalho que, em termos preparatórios, envolve “à volta de 15 pessoas mais activas”, de entre “um total de 60 associados” que A Quadrada apresenta actualmente.

Na contagem decrescente para mais uma edição, com sabor especial face ao interregno que a conjuntura pandémica ditou, as expectativas “são altas”, confessa Paulo Correia. “Depois de dois anos sem festas, e a avaliar pelo que vai acontecendo em outras festas, as pessoas estão desejosas de sair e conviver”, sustenta.

E a concretização desta edição “é de louvar”. Até porque, a organização “teve de fazer tudo mais tarde do que é habitual”. Ainda assim, a aposta “foi forte”, desde logo ao nível “de espectáculos que arrastam muita gente, como Matias Damásio e The Gift, bem como ao nível das tradicionais largadas de toiros”. “Está tudo bem organizado e estão todos de parabéns”, aponta o presidente de A Quadrada a finalizar.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP deteve em flagrante homem a furtar catalisadores

Dono de uma das viaturas alertou a PSP, que conseguiu interceptar o indivíduo no local

Programa Festas Populares São Pedro Montijo 2022

Consulte o programa na íntegra das Festas Populares de São Pedro, que arrancam na terça-feira (28 de Junho)

Pastelaria Abrantes fecha portas a poucos meses de fazer cem anos [actualizada]

Setubalenses têm recorrido às redes sociais para manifestar tristeza com a notícia, por se tratar de um espaço histórico
- PUB -