1 Dezembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoFestas São Pedro | Matias Damásio, The Gift e Dulce Pontes actuam...

Festas São Pedro | Matias Damásio, The Gift e Dulce Pontes actuam para milhares na zona ribeirinha

Vertente religiosa destaca-se com procissões por terra e mar. Comemorações repartem-se por seis palcos

 

- PUB -

Montijo já conta os dias para o regresso das Festas Populares de São Pedro que, após paragem forçada de dois anos – pelo flagelo pandémico –, vão celebrar-se por mais um dia (sete) do que o habitual e com um cartaz artístico encabeçado por três nomes maiores do panorama da música nacional: Matias Damásio a abrir (28); The Gift de permeio (1 de Julho); e a montijense Dulce Pontes no encerramento (4 de Julho).

Os três concertos vão, desta vez, realizar-se num palco instalado na zona ribeirinha – nas imediações do Cais dos Vapores. “Por razões de segurança”, mas também pela “forte ligação ao Tejo” que a cidade apresenta, conforme justificou Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, durante a apresentação pública do certame, realizada no passado dia 14 no Jardim da Casa Mora.

De um programa extenso, repartido por seis palcos e com forte contributo do movimento associativo local, constam actividades diversas e para todos os gostos. No dia de abertura, além do concerto com Matias Damásio, destacam-se demonstrações de artes marciais e de ginástica, uma noite de fados, bem como o desfile do Bibe Eléctrico com partida da Avenida dos Pescadores – que costuma arrastar uma multidão –, além da primeira de oito largadas de toiros que compõem a vertente tauromáquica (outra das imagens de marca dos festejos).

- PUB -

A componente religiosa alia-se à profana e constitui dos momentos mais marcantes das festividades, através da realização das procissões por mar e por terra, que têm lugar a 29 de Junho. A primeira – que se distingue pelo transporte da imagem de São Pedro pelo Tejo até à Base Aérea n.º 6 num “cortejo” de embarcações engalanadas e regresso à Igreja Matriz – está marcada para as 14h00; e a segunda, com dezenas de imagens santas transportadas em andores por algumas das principais artérias da cidade, sai para a rua pelas 22h00.

As tradições em honra da classe piscatória, promovidas pela Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA), marcam a programação de dia 30 (ver pág.11).

Noite dos Comes e Bebes é um dos principais momentos

- PUB -

O quarto dia das festividades – com The Gift como prato forte –, além de passeios marítimos no Tejo a bordo de embarcações para a população em geral, apresenta no palco da Praça da República, a partir das 21h00, a “Noite de Actividades da Sociedade 1.° de Dezembro”. E à mesma hora, mas na Avenida dos Pescadores (junto ao “largo da Sibéria”), há nova demonstração de ginástica. Mas também há a realçar a “I Noite de Fados” no pontão da ANAU (21h00), a actuação de Carlos Manaça no palco Dance Fusion (23h30) e a “Noite do Pescador” promovida pela SCUPA.

O “VI Concurso de Embarcações Tradicionais do Tejo Engalanadas” dinamizado pela ANAU marca o retomar das comemorações logo pela manhã de 2 de Julho.

Segue-se, pelas 11h00, o Cortejo Marialva organizado pela Tertúlia São Pedro e à tarde – depois de um torneio de xadrez do Ateneu Popular do Montijo na Universidade Sénior e de uma aula aberta de canoagem, promovida pelo Clube Atlético do Montijo – realiza-se a “VII Regata de Embarcações Tradicionais do Tejo”, a cargo da ANAU (16h30), que organiza ainda (19h00) o III Festival de Percussão. Neste dia 2, destaque para a actuação da Banda da AMUT no palco da Praça da República (20h30) e para mais uma “Noite de Fados”, no mesmo palco (22h00). O momento alto da programação, ainda neste mesmo sábado (2 de Julho), acontece após a Corrida de Toiros (ver pág.11) e entra madrugada dentro com a “Noite de Comes e Bebes”, abrilhantada pela Charanga da Ramboia (é a noite de maior aglomeração populacional e tem lugar na Rua Joaquim de Almeida).

O domingo, 3, tem em destaque o “Almoço Pé na Areia”, também no recinto das largadas, a actuação da Banda da Sociedade Filarmónica 1.° de Dezembro no palco da Praça da República (21h00), as Marchas Populares na Avenida dos Pescadores (22h00), e as prestações de The Sleepwalkers (22h30), Johnny’s Band (23h30) e DJ Gamix (00h30), todos na Praça da República.

As festividades encerram no dia 4 com o concerto de Dulce Pontes, seguido do habitual espectáculo de fogo-de-artifício com a tradicional queima do batel, na zona ribeirinha.

Manhã infantil Avô Cantigas é atracção especial

Novidade nesta edição é a inclusão no programa de uma manhã infantil especial, que está marcada para dia 2 (sábado), a partir das 10h00. Na Praça da República, a aguardar pela presença dos mais novos vão estar insufláveis. Mas não só, haverá ainda moldagem de balões e, sobretudo, um momento que permitirá avivar memórias de pais e o apetite da pequenada: o artista Carlos Vidal volta a apresentar-se na pele de Avô Cantigas para protagonizar um espectáculo a partir das 10h30.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -