29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoFestas São Pedro | Corrida tradicional rasga fronteiras e gera fortes expectativas

Festas São Pedro | Corrida tradicional rasga fronteiras e gera fortes expectativas

Empresário José Luís Zambujeira realça qualidade do cartel internacional. Cavaleiros e forcados vão lutar por troféus

 

- PUB -

Oito largadas, quatro entradas de toiros, uma aula prática de toureio a pé e uma novilhada compõem a vertente tauromáquica das festividades, mas o momento mais aguardado pela “afición” local é a histórica Corrida de São Pedro. É um dos expoentes máximos da programação, numa terra que exalta o culto da festa brava, como uma das principais tradições portuguesas. O espectáculo vai ter lugar, pelas 22 horas, na Monumental Amadeu Augusto dos Santos e apresenta um cartel de luxo, que rasga fronteiras e abre excelentes perspectivas de adesão popular.

Em praça vão estar os cavaleiros António Telles, João Moura Caetano, Andrés Romero, Emiliano Gamero e Luís Rouxinol Jr., e os praticantes Mara Pimenta e António Telles filho. Vão lutar pelo troféu “José Lupi” para a melhor lide a cavalo, atribuído pelo município do Montijo, perante sete imponentes toiros da prestigiada ganadaria Varela Crujo. Em competição vão estar ainda três grupos de forcados: Tertúlia Tauromáquica do Montijo, Amadores do Montijo e Amadores da Moita, que vão tentar erguer o troféu para o melhor grupo em praça – somatório do conjunto das pegas –, atribuído pela Junta da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro.

Para José Luís Zambujeira, responsável pela Tertúlia Óbvia que se estreou este ano como gestora da praça montijense, “estão reunidas todas as condições” para que esta corrida internacional atinja o êxito pretendido. Até porque, este “é um cartel de festa, bem montado, com figuras maiores do toureio nacional, às quais se juntam ainda o espanhol Romero, que toureia nas principais praças de Espanha, e Gamero, primeira figura mexicana que indultou um toiro no ano passado, o que já não acontecia no México há mais de 70 anos”. O curro, com ferro Varela Crujo, é imponente e será enfrentado por três grupos de forcados da região: “dois da casa e um do concelho vizinho da Moita, o que atrai sempre muitos aficionados da zona”, lembra o empresário.

- PUB -

Esta é a segunda corrida da temporada na monumental montijense e o objectivo é voltar a satisfazer a “afición”, como aconteceu no espectáculo de estreia, mas desta vez a apontar para uma maior enchente. Para isso, o empresário decidiu optar por um incentivo extra: “Decidimos baixar um pouco o preço dos bilhetes.”

E em marcha está já também a preparação da próxima corrida, de comemoração oficial dos 35 anos de alternativa de Luís Rouxinol, agendada para 29 de Julho. Será precedida, no dia 14, pela “apresentação de um documentário sobre a carreira do cavaleiro no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida” e, no dia 22, pela inauguração de “uma exposição” sobre o trajecto ímpar de Rouxinol na tauromaquia. A corrida de dia 29 vai contar com os cavaleiros Luís Rouxinol, Luís Rouxinol Jr. (filho), Rui Fernandes e Duarte Fernandes.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -