18 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoJovem montijense de 13 anos vence concurso do Lions International entre 600...

Jovem montijense de 13 anos vence concurso do Lions International entre 600 mil participantes

Madalena Ribeiro, aluna da Secundária Jorge Peixinho, arrecadou um de 23 prémios de honra ao mérito no concurso do Cartaz da Paz

- PUB -

É aluna do 8.º ano, turma I, na Escola Secundária Jorge Peixinho, no Montijo, e vai ter a sua obra exposta na Sede das Nações Unidas, na Convenção Lions International em Junho, bem como no fórum lionístico dos Estados Unidos da América e no do Canadá, ainda em 2022. Madalena Ruivo Ribeiro, 13 anos, foi a autora de uma das 23 obras vencedoras – entre um total de 600 mil participantes de todo o mundo – do prémio de honra ao mérito no 34.º concurso internacional do Cartaz sobre a Paz.

A iniciativa promovida pelo Lions Clubs International permite “aos alunos dos 11 aos 13 anos a oportunidade de expressarem a sua visão da paz”, revela o Lions Clube do Montijo, que patrocinou a jovem montijense. O concurso “decorreu numa primeira fase, a nível nacional, e numa segunda fase, a nível internacional, na sede do Lions Clubs International nos Estados Unidos”. Como vencedora, Madalena Ribeiro tem direito a um prémio monetário no valor de 500 dólares. O cartaz que produziu foi escolhido “pela originalidade, mérito artístico e expressão do tema do concurso: ‘Estamos todos conectados’”, salienta o clube lionístico.

“O meu cartaz desenvolveu-se a partir do título do concurso. Com esta imagem quis representar o mundo abraçado por braços de crianças, representados por ramos, unindo-as. O cartaz representa a união entre as crianças e a natureza. Tanto as crianças como a natureza carregam a mesma base de inocência tal como de força”, explica a jovem, citada num comunicado do Lions Clube do Montijo. “O que quero representar é a influência de todas essas caraterísticas no planeta e demonstrar que a paz e a harmonia vêm de nós, podemos chegar a todo o lado e levar a paz a todo o mundo”, juntou. “Para mim a paz é uma harmonia interior que estendemos a toda a humanidade. Sem paz entramos no caos, na violência, na guerra, no desequilíbrio e na infelicidade”, completou a montijense.

- PUB -

Presidente realça criatividade dos alunos montijenses

Já António Porfírio, presidente do Lions Clube do Montijo, realça a criatividade dos alunos das escolas do concelho que enviaram quase 100 obras para participar no concurso. “É óbvio que estes jovens têm sólidas ideias sobre o que a paz significa para eles. O talento e a visão de mundo que eles têm são realmente de muita inspiração”, faz notar, na mesma nota. O responsável adianta que o Lions Clube, em colaboração com a Câmara Municipal do Montijo, “irá expor os cartazes concorrentes, apresentados pelos alunos das escolas do concelho, na Biblioteca Municipal, a partir de 9 de Maio próximo”.

E sobre a participação vencedora não esconde satisfação. “O Lions Clube do Montijo tem imenso orgulho de ter patrocinado a aluna Madalena Ribeiro. Estamos muito felizes, não apenas por ser a primeira vez que uma obra patrocinada pelo Lions Clube do Montijo obtém este excelente prémio, mas também pelo reconhecimento da arte dela e por a mesma ser compartilhada com pessoas de todo o mundo”, afirma. As obras galardoadas com o prémio de honra ao mérito “serão expostas na sede das Nações Unidas, na Convenção Lions International em Junho, e no Forum nos EUA e Canadá ainda em 2022”, destaca, a finalizar.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -