2 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoRestaurante Montiagri sem licitadores pela terceira vez

Restaurante Montiagri sem licitadores pela terceira vez

Espaço deverá ser reconvertido. Serviços municipais, como a Protecção Civil, podem vir a ser instalados no local

 

- PUB -

Ninguém pega no antigo restaurante Montiagri. A hasta pública, realizada na passada quarta-feira, para arrendamento do espaço localizado no Parque de Exposições Acácio Dores, no Montijo, ficou “deserta”, a exemplo do que sucedera nas duas ocasiões anteriores. A Câmara Municipal deverá assim avançar para a reconversão do espaço.

E a instalação de serviços municipais no local deverá ser a solução a adoptar, conforme já antecipara Nuno Canta, presidente da autarquia, na eventualidade de não surgirem licitadores, como acabou por acontecer.

“Se não houver interesse, iremos reconverter o espaço para funções municipais, como a Protecção Civil, entre outros”, disse então o líder do executivo, depois de explicar que a autarquia não poderia baixar mais o valor base de licitação.

- PUB -

Esta última hasta pública – cujo prosseguimento do processo foi aprovado a 26 de Janeiro último – apresentou um preço base de 1.800 euros (menos 200 euros relativamente à anterior) e um prazo de concessão por 10 anos, renovável por períodos sucessivos de cinco até um limite máximo de 25 anos.

O antigo restaurante encontra-se devoluto, em virtude do anterior explorador “ter antecipado a cessação do respectivo contrato”, lembrou na altura Nuno Canta. Segundo o edil, o locatário “chegou a ter a renda paga sem usufruir do espaço, que se ia degradando”, até ao momento em que “deixou de pagar”. O restaurante tem uma área bruta privativa de 525,64 metros quadrados.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -