22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMontijoEmpresário Nelson Campos candidata-se a Pegões pela coligação PSD/CDS/Aliança

Empresário Nelson Campos candidata-se a Pegões pela coligação PSD/CDS/Aliança

A coligação “O Montijo Conta Comigo”, representada pelos partidos PSD,CDS-PP e Aliança – e que tem como cabeça-de-lista à Câmara Municipal do Montijo o actual vereador João Afonso – anunciou ontem Nelson Campos como candidato à presidência da Junta de Freguesia de Pegões.

- PUB -

O empresário de 49 anos, ligado ao sector da restauração, promete “ideias novas” e revela “uma forte vontade de concretizar”. “Isto é típico de alguém que nunca esteve na política. Ou seja, alguém que não tem vícios nem está acomodado. Trago uma longa experiência de trabalho, lidando com muita gente e com grandes parceiros (públicos e privados). Essa experiência faz de mim uma pessoa bem preparada. E trago uma visão empresarial, virada para atingir resultados. A falta dessa visão tem sido o maior problema da política, nacional e local”, afirma Nelson Campos, citado num comunicado da direcção de campanha da coligação.

O candidato adianta aquela que será “a base” do seu programa eleitoral. “Por enquanto, há cinco compromissos que quero assumir com Pegões: uma governação participada; trabalho em parceria; transparência – vamos garantir que todos ficam a saber onde é gasto cada cêntimo da freguesia –; respostas sociais para idosos e jovens; e da saúde à cultura, passando pelo desporto, Pegões vai mudar”, remata.

Comentários

- PUB -
- PUB -
- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -