30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoInfraestruturas de Portugal avança com projecto da variante à EN4 na Atalaia

Infraestruturas de Portugal avança com projecto da variante à EN4 na Atalaia

O desenvolvimento do projecto tem um custo estimado de 240 mil euros

Foi publicado em Diário da República um concurso para elaboração do Projecto de Execução da Variante à Estrada Nacional 4 (EN4) na Atalaia, Montijo, informou a Infraestruturas de Portugal.

- PUB -

Pretende-se que existam mais soluções adequadas para construção de uma via alternativa àquilo que é hoje a EN4, para que exista a possibilidade de um desvio do tráfego de passagem no interior da Atalaia, “reforçando assim as condições de circulação e segurança no acesso à A33/IC32 e ao Montijo.

O projecto a ser elaborado tem como objectivo concluir um troço com cerca 3,6 quilómetros de extensão da chamada Variante à EN4 na Atalaia, concluindo-se assim a via entre o Nó do Montijo, da A33/IC32, e o Cruzamento do Passil na EN118.

Está ainda previso no projecto a rectificação do referido Nó, para adequação a novos movimentos de tráfego que deverão surgir. Será ainda intervencionado, remodelado e ajustado o Entroncamento do Passil.

- PUB -

O desenvolvimento do projecto tem um custo estimado de 240 mil euros e um prazo de execução previsto de 225 dias. Decorrer agora a fase de recepção de propostas, por um prazo de 39 dias.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -