6 Julho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoPICA dá sessão sobre Sophia de Mello Breyner e Jorge de Sena

PICA dá sessão sobre Sophia de Mello Breyner e Jorge de Sena

Elsa Ligeiro, da editora Alma Azul, vai marcar presença no evento que evoca a memória dos dois autores

- PUB -

 

O Projecto de Intervenção Cultura e Arte (PICA) vai promover, amanhã, a partir das 16h00, no Museu Municipal Casa Mora, no Montijo, a sessão literária subordinada ao tema “Sophia & Jorge de Sena, um encontro de cumplicidades”.

“Integrado no Ciclo dos Direitos Humanos, que o PICA tem promovido ao longo do ano, o evento assinala o centenário destes dois poetas maiores da língua e literatura portuguesas, com uma sessão literária que contará com a presença de Elsa Ligeiro, da editora Alma Azul que, desde 1999, faz um trabalho de divulgação de autores da língua portuguesa, dinamizando sessões literárias pelo país”, revela a Câmara Municipal do Montijo, entidade que apoia o evento.

- PUB -

“Lembrar a amizade que existiu entre Sophia de Mello Breyner Andresen e Jorge de Sena, testemunhada pela correspondência que trocaram entre si, não é apenas uma forma de conhecer a cumplicidade que os unia, mas também revisitar um tempo em que o sonho maior era o da liberdade. Disso dão-nos conta nas suas obras e nos desabafos partilhados”, adianta a autarquia, considerando que “a evocação dos dois autores constitui também um dever de memória, porque o poder de recordar é o que continua a dar sentido ao presente e ao futuro”.

“Sophia & Jorge de Sena, um encontro de cumplicidades” contará ainda com momentos de poesia, a cargo de elementos do PICA. A entrada é livre.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP deteve em flagrante homem a furtar catalisadores

Dono de uma das viaturas alertou a PSP, que conseguiu interceptar o indivíduo no local

Programa Festas Populares São Pedro Montijo 2022

Consulte o programa na íntegra das Festas Populares de São Pedro, que arrancam na terça-feira (28 de Junho)

Pastelaria Abrantes fecha portas a poucos meses de fazer cem anos [actualizada]

Setubalenses têm recorrido às redes sociais para manifestar tristeza com a notícia, por se tratar de um espaço histórico
- PUB -