24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoAeroporto no Montijo 'em cima da mesa'

Aeroporto no Montijo ‘em cima da mesa’

Reunião do executivo camarário vinca divergências entre PS e CDU quanto à localização do equipamento.

- PUB -

Nuno Canta regozijou-se com a viabilidade da construção na BA6, atestada pelo Estudo de Impacte Ambiental. E lembrou o caderno de encargos entregue à ANA. Carlos Jorge de Almeida, vereador da CDU, recordou os vários posicionamentos do PS no processo, que a socialista Maria Clara Silva esclareceu terem sido sempre… apenas um: a defesa da infra-estrutura no território montijense.

O Estudo de Impacte Ambiental, encomendado pela ANA Aeroportos à empresa Profico Ambiente, que viabiliza a construção da nova infra-estrutura aeroportuária complementar a Lisboa na Base Aérea n.º 6 (BA6) marcou a reunião pública do executivo camarário do Montijo, realizada esta quarta-feira nos Paços do Concelho. Nuno Canta, presidente da Câmara, falou de uma janela de “imensas oportunidades” que se abre para a região e lembrou a posição desfavorável de autarcas da CDU; o vereador comunista Carlos Jorge de Almeida defendeu a realização de uma avaliação estratégica ambiental e acusou o socialista de já ter mudado “quatro vezes” de opinião em relação à localização; e a vereadora Maria Clara Silva colocou os pontos nos “iis” sobre o posicionamento dos eleitos socialistas ao longo do processo.

“A Câmara defendeu sempre o aeroporto no território do Montijo. Esta foi sempre a posição da Câmara. Não houve aqui nenhum ‘ésse’ na nossa posição. O Governo do PSD/CDS abandonou a ideia da construção do aeroporto em Canha e optou por decidir a localização entre Sintra, Alverca, OTA e Montijo. Não vamos dizer que não queremos na BA6 e que queremos em Canha. Não vamos dizer façam lá em Sintra ou Alverca, porque nós só queremos em Canha. Não somos contra o aeroporto em Canha, mas isso não está em cima da mesa”, explicou Maria Clara Silva, em resposta a Carlos Jorge de Almeida que havia acusado o presidente da autarquia e restantes eleitos do PS de terem mudado de opinião ao longo dos tempos e apoiado localizações na OTA, no Campo de Tiro, em Canha, e até mesmo em Beja.

- PUB -

Serviços da Câmara envolvidos em anteprojectos

Antes já Nuno Canta havia vincado com “satisfação” a “informação histórica” sobre o Estudo de Impacte Ambiental que viabiliza a localização do “chamado novo aeroporto do Montijo” na BA6. O socialista apresentou uma declaração a salientar que o futuro equipamento “tem viabilidade ecológica e de funcionamento” na BA6, destacando as “imensas oportunidades” que se abrem para o concelho.

“Este aeroporto será uma grande oportunidade para a cidade, para os montijenses, para a região de Lisboa, mas também para todo o concelho, afirmou.

- PUB -

“Serão imensas as oportunidades, em termos económicos, sociais, culturais e, sobretudo, como nós também bem queremos, em termos turísticos. Este investimento reconcilia-nos a todos nós com a nossa história: uma terra de transportes, de cultura de abertura, de tolerância, de encontro com os outros. Fomos sempre isso e vamos continuar a sê-lo.”

O autarca adiantou que “os serviços municipais têm sido envolvidos nos anteprojectos para a instalação do novo aeroporto, tendo a Câmara apresentado à ANA um caderno de encargos com os investimentos necessários para a conexão da cidade do Montijo à infra-estrutura aeroportuária”.

“Entre as infra-estruturas mais relevantes deste caderno de encargos, foram indicadas a conclusão da Circular Externa até ao Seixalinho, a construção da Avenida do Seixalinho com ciclovia, uma nova ligação viária à Ponte Vasco da Gama, a melhoria dos transportes públicos, incluindo o transporte fluvial entre Montijo e Lisboa, e a prestação pelos serviços municipais do abastecimento de água e do tratamento dos esgotos ao novo Aeroporto do Montijo.”

De permeio, lembrou uma moção de apoio à localização da infra-estrutura aeroportuária no Montijo que foi aprovada na reunião de 24 de Junho de 2015 por maioria, com os votos contra da CDU. “Uma moção que devemos recordar, porque é importante para a história conhecer-se o posicionamento político e as responsabilidades políticas que cada um tem nesta matéria”, atirou, recordando igualmente a reunião de autarcas da região, eleitos pela CDU, realizada em Alcochete, contra a localização do equipamento na BA6.

 

Festas do concelho com apoios de 29 mil euros

Durante a reunião, o executivo aprovou por unanimidade a atribuição de apoios financeiros, num montante global de 29 mil euros, a diversas associações para a realização de festas populares no concelho.

Foram atribuídos 1200 euros para as Festas do Bairro das Colinas do Oriente, 6 200 euros para as Festas em Honra de Nossa Senhora da Atalaia, 5000 euros para as Festas em Honra de Nossa Senhora da Oliveira de Canha e 3600 euros para as Festas Populares de Sarilhos Grandes em Honra de São Jorge. As Festas Populares das Figueiras, as Festas do Alto Estanqueiro, as Festas Populares das Taipadas e a Feira da Gastronomia e da Flor na Lançada vão receber apoios de 2000 euros.

A Câmara já tinha atribuído 2000 euros para as Festas Populares de Santo Isidro de Pegões e irá, igualmente, conceder futuramente igual valor à comissão organizadora das Festas dos Foros do Trapo. As Festas de S. João de Pegões recebem 5000 euros.

No total, e excluindo as Festas Populares de São Pedro, a autarquia atribuiu assim uma verba de 33 mil euros às festividades a realizar nas diferentes freguesias do concelho.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -