19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Manuel Pizarro: “Toda a gente vai ter médico de família na Baixa da Banheira”

Manuel Pizarro: “Toda a gente vai ter médico de família na Baixa da Banheira”

Manuel Pizarro: “Toda a gente vai ter médico de família na Baixa da Banheira”

Ministro da Saúde fez promessa a utente. É só esperar um ano pela nova Unidade de Saúde Familiar. “Não vai falhar”, diz o governante 

 

A construção da futura Unidade de Saúde Familiar da Baixa da Banheira, no concelho da Moita, é para estar concluída em menos de um ano e “toda a gente vai ter médico de família”. A promessa foi ontem feita a uma utente pelo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, durante a visita do governante à Cirurgia de Ambulatório da unidade hospitalar do Montijo.

- PUB -

Ana Marques, 70 anos, residente no Barreiro, aguardava à entrada pela sobrinha, que ali fora para se submeter a intervenção cirúrgica, quando foi abordada pelo ministro. “Foi operada ou está à espera de cirurgia?”, começou por perguntar o ministro, que depois de esclarecido ouviu uma sugestão bem vincada da utente.

“O senhor devia ir era ao Centro de Saúde da Baixa da Banheira. Aquilo está um caos”, disse Ana Marques, em tom suave mas carregado de preocupação. O ministro sentou-se a seu lado e tentou aliviar a ansiedade da septuagenária. “Eu vou lá. Ainda ontem [terça-feira] à noite estive a falar com a dra. Sara. Nós vamos [re]começar a obra [da Unidade de Saúde Familiar da Baixa da Banheira]. Está já no Tribunal de Contas. E a dra. Sara diz que vai arranjar uma equipa para dar [resposta] a toda a gente”, explicou o governante, entretanto interrompido por novo desabafo, em jeito de lamento, da utente. “Agora estou sem médico [de família]. Não sei onde irei mostrar os meus exames.”

Na resposta, Manuel Pizarro deixou uma promessa e elevou a boa disposição no diálogo. “Pode mostrar-me [os exames], só que eu não posso exercer medicina [risos]. Vamos fazer a Unidade de Saúde Familiar, toda a gente vai ter médico de família na Baixa da Banheira. Ainda vai demorar, para aí, até um ano. Menos de um ano. Janeiro ou Fevereiro do próximo ano. Não vai falhar”, garantiu o ministro.

- PUB -

No final, a O SETUBALENSE, Ana Marques mostrou-se agradada com a atenção dispensada pelo governante, porém convencida nem tanto. “Conversa tem ele. Agora, vamos lá ver o resto, se ele faz o que diz”, atirou, entre desconfiança e esperança.

A visita de Manuel Pizarro à unidade hospitalar do Montijo foi realizada no âmbito da iniciativa “Governo Mais Próximo” e permitiu ao governante apadrinhar a inauguração oficial da Unidade de Saúde Familiar Aldegalega, que abriu portas em Setembro último no recinto do hospital.

A acompanhar o ministro estiveram Nuno Canta, presidente da Câmara do Montijo, Fátima Soares, vice-presidente da Câmara de Alcochete, Luís Pisco, presidente do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Teresa Carneiro, que preside ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar Barreiro Montijo, Miguel Lemos, director-executivo do ACES Arco Ribeirinho, e os presidentes das juntas de freguesia do concelho montijense. 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -