22 Julho 2024, Segunda-feira

- PUB -
Liliana Cá conquista bronze para filhos de ouro

Liliana Cá conquista bronze para filhos de ouro

Liliana Cá conquista bronze para filhos de ouro

Arremesso do disco a 64,53 metros valeu concretização do sonho de subir ao pódio numa das principais provas internacionais

Era aquilo que lhe faltava numa grande competição internacional no escalão sénior e que acabou por alcançar, aos 37 anos, ao lançar o disco a uma distância de 64,53 metros. A marca valeu a Liliana Cá e a Portugal a medalha de bronze nos Europeus de Atletismo, no Estádio Olímpico de Roma, no último sábado, e teve dedicatória especial.

- PUB -

“É para os meus filhos [Enzo e Aaron], que estão sempre a perguntar se vou viajar outra vez e quando volto. Adoro-os e dedico-lhes esta medalha”, disse a atleta que nasceu no Barreiro e reside na Moita, após a concretização de um sonho antigo. “Foi das competições mais sofridas, mas também das que mais gosto me deu, porque consegui concretizar o meu objectivo e realizar um sonho de criança – sempre quis conquistar uma medalha de um Mundial ou de um Europeu – e ainda não consegui acordar dele”, revelou.

A atleta do Sporting – que integrou o trio de nomeados para o Prémio Golfinhos d’ Ouro de O SETUBALENSE/Rádio Popular FM na categoria de Figura do Ano do Concelho da Moita – regressou aos treinos em 2017, pela mão do treinador Luís Herédia, depois de cinco anos de paragem, apoquentada por lesões. O espírito de sacrifício e o trabalho então desenvolvido colheram agora os frutos merecidos e desde há muito apetecidos. E não se traduziram apenas no bronze arrebatado em solo transalpino. É que na fase de qualificação até conseguiu marca superior (arremessou o disco a 64,72 metros) à que registou na final e garantiu o apuramento para os Jogos Olímpicos deste ano em Paris.

Para trás está todo um trajecto de confirmação entre as melhores do Mundo na especialidade. Desde os títulos conquistados enquanto jovem até às presenças no top 10 nas mais prestigiadas competições internacionais. Foi 5.ª classificada nos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) em 2020, posição que repetiu nos Europeus de Munique (Alemanha) em 2022, a somar ao 6.º lugar alcançado também em 2022 nos Mundiais de Oregon (Estados Unidos da América) e ao 8.º posto obtido nos Mundiais de Budapeste (Hungria) em 2023. Antes, em 2018, já se havia classificado no 7.º lugar nos Europeus de Berlim (Alemanha).

- PUB -

Liliana Cá, que apresenta como recorde pessoal na modalidade 66,40 metros, pode agora marcar presença nos Jogos Olímpicos de Paris, que têm lugar de 26 de Julho a 11 de Agosto próximo.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -