22 Julho 2024, Segunda-feira

- PUB -
Bombeiros inauguram cinco viaturas e preparam alargamento de acção

Bombeiros inauguram cinco viaturas e preparam alargamento de acção

Bombeiros inauguram cinco viaturas e preparam alargamento de acção

Bispo de Setúbal abençoou veículos. Comandante Pedro Ferreira realça instalação de destacamento em Baixa da Banheira/Vale da Amoreira

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Moita viu reforçada a sua frota com mais cinco viaturas e prepara-se para redimensionar a sua acção no concelho com a implementação de um destacamento na União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira. Os veículos foram inaugurados – e abençoados pelo Bispo de Setúbal, o cardeal Américo Aguiar – no passado sábado, durante as comemorações do 91.º aniversário da instituição.

- PUB -

Pedro Ferreira – que tem estado por detrás da transformação da corporação, apesar de ter assumido as funções de comandante há apenas um ano – destacou os investimentos realizados pela associação com o contributo de várias entidades.

“Hoje [sábado passado] inaugurámos cinco veículos, dois deles novos e os restantes ganharam uma segunda vida. Inaugurámos um veículo de emergência pré-hospitalar, um veículo para transporte de doentes não urgentes, um veículo de comando e comunicações, essencial para a organização dos teatros de operações, um veículo de combate a incêndios urbanos, que irá ser colocado no destacamento a abrir em breve na União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira e que irá dar apoio não só a essas localidades como também à freguesia de Alhos Vedros”, detalhou, durante o discurso, antes de se debruçar ainda sobre a quinta viatura.

“Recebemos também um Veículo Escada que permite trabalhar em altura com segurança. Depois de arvorado atinge 30 metros, o que é extremamente significativo em rapidez de ataque em altura ou mesmo em resgates nessa condição. Foi-nos oferecido pela Diputación Provincial de Cáceres [Espanha]”.

- PUB -

O comandante realçou ainda o apoio que tem sido dado à corporação pela Câmara Municipal da Moita, entidade que adquiriu o veículo urbano de combate a incêndios. Um veículo que se constitui como “elemento essencial para a resposta rápida e eficaz a emergências em áreas urbanas”, frisou.

Carlos Albino, presidente da autarquia, em declarações divulgadas num vídeo realizado pelo município, lembrou a importância da instalação de uma delegação da corporação em Baixa da Banheira/Vale da Amoreira e salientou a articulação com as juntas de freguesia para a compra de uma nova ambulância para os bombeiros. “A Câmara Municipal desafiou as juntas a entrarem connosco neste projecto. Apoiaram a aquisição de uma nova ambulância, o que revela a capacidade de articulação entre todas as autarquias em prol de um objectivo comum: a prestação de melhores cuidados de socorro à população”, disse.

Na mesma publicação, Eduardo Correia, vice-presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses, enalteceu o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido na corporação da Moita. “Estive aqui há um ano e verifico que houve uma evolução no corpo de bombeiros, que correspondeu a uma estratégia e a uma visão do que deve ser uma associação e um corpo de bombeiros. Houve um crescimento, uma consolidação, quer em meios materiais quer humanos”, observou.

- PUB -

Segundo o comandante Pedro Ferreira, os Bombeiros Voluntários da Moita realizaram no último ano “mais de 7 200 intervenções”, que envolveram “15 972 operacionais e 7 600 veículos”, tendo percorrido “mais de 188 mil quilómetros”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -