16 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaSubstituição da rede de água na Fonte da Prata já arrancou e...

Substituição da rede de água na Fonte da Prata já arrancou e é para estar pronta até final de Outubro

Estado de degradação levou município a dar prioridade ao investimento, que ascende a cerca de meio milhão de euros

 

- PUB -

Ao fim de cerca de 50 anos, a rede de abastecimento de água na Quinta da Fonte da Prata, freguesia de Alhos Vedros, vai ser substituída. A obra, que representa um investimento à volta do meio milhão de euros, arrancou na passada segunda-feira e é para estar concluída até final de Outubro próximo.

O início da empreitada – adjudicada à empresa Manuel Martins Pereira dos Santos, Construções Lda. – foi assinalado nas plataformas digitais do município da Moita, ao mesmo tempo que foi feito um alerta para a possibilidade de ocorrência de eventuais constrangimentos no fornecimento de água, durante o período de execução dos trabalhos.

“Tem hoje [segunda-feira] início a obra de substituição da rede de abastecimento de água na Quinta da Fonte da Prata (zona antiga). A empreitada, que deverá prolongar-se por 240 dias, consiste na substituição de toda a rede, pelo que se prevê que em determinados períodos seja necessária a interrupção do fornecimento de água em algumas zonas, mediante o desenvolvimento dos trabalhos e consequentes manobras na rede”, lê-se na publicação. Além disso, são expectáveis ainda “constrangimentos no que diz respeito à circulação [automóvel] em toda a zona de intervenção”.

- PUB -

O investimento na rede de abastecimento na Fonte da Prata foi considerado pela autarquia como “fundamental e urgente”, até porque a infra-estrutura data “dos anos de 1970” e vinha a apresentar “um histórico de ocorrências reiteradas de roturas”, traduzido em situações de “interrupção” no fornecimento de água e de “condicionamentos” na circulação viária.

A intervenção nesta zona não foi, porém, aposta única no concelho neste domínio. Carlos Albino, presidente da Câmara Municipal da Moita, já havia denunciado anteriormente a O SETUBALENSE o elevado estado de degradação da rede de abastecimento de água e saneamento com que o executivo socialista se deparou no concelho, assim que assumiu funções após as autárquicas de 2021.

“Assim que chegámos à câmara, notámos que havia uma carência de investimento na rede de abastecimento de água e de saneamento, algo que vínhamos a dizer ao longo dos tempos e que acabou por se confirmar”, disse então o líder do executivo. “É nesse sentido que estamos a investir cerca de 3,5 milhões de euros, seja por via directa, com recursos próprios da autarquia, seja por via de empréstimo [à banca]”, adiantou.

- PUB -

Além do investimento na rede da zona antiga da Fonte da Prata, a gestão municipal decidiu avançar para obras de substituição da adutora de Sarilhos Pequenos, de condutas na Rua São Sebastião, na Moita, e intervenções no Alto da Moita, Penteado, entre outros locais.

- PUB -

Mais populares

José Mourinho: “Dá-me prazer que as pessoas conheçam as minhas origens”

Técnico sadino em Setúbal para gravar com a Adidas e “mostrar ao mundo” a cidade onde nasceu e cresceu

Lisnave distribui mais de três milhões de euros pelos trabalhadores

Prémio é justificado com resultado obtido no ano passado, descrito o "melhor desempenho de sempre"

Sobrevivente de naufrágio chamou por vítimas agarrado a boia

Buscas por desaparecidos em naufrágio em Troia alargadas amanhã
- PUB -