9 Fevereiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaProjecto-piloto da Moita ao Fundo Ambiental com candidatura aprovada

Projecto-piloto da Moita ao Fundo Ambiental com candidatura aprovada

Esta será a primeira experiência no concelho de recolha selectiva de bio resíduos

 

- PUB -

A candidatura do município da Moita ao Fundo Ambiental, no âmbito do Programa RecolhaBio, foi aprovada para o desenvolvimento de um projecto-piloto de recolha selectiva de bio resíduos na Urbanização da Fonte da Prata, em Alhos Vedros.

Segundo a autarquia da Moita, no distrito de Setúbal, esta será a primeira experiência no concelho de recolha selectiva de bio resíduos numa área de edifícios plurifamiliares, “permitindo assim ao município definir a melhor estratégia de alargamento do serviço às restantes áreas do concelho com a mesma tipologia habitacional”.

“Até agora a recolha de bio resíduos tem vindo a ser implementada apenas em zonas de habitações unifamiliares, na freguesia da Moita, e brevemente no Gaio-Rosário e Sarilhos Pequenos, prevendo-se igualmente o seu alargamento a zonas periféricas da freguesia de Alhos Vedros”, explica a autarquia em comunicado.

- PUB -

O projecto-piloto, adianta, com início previsto para o segundo trimestre de 2023, vai abranger cerca de 1.000 habitantes da Urbanização da Fonte da Prata (zona compreendida entre a Rua Jorge Peixinho e a Rua Luís de Freitas Branco).

Cada morador vai receber um balde de sete litros para separar os bio resíduos (restos de comida e resíduos de jardinagem) em casa e uma chave digital para aceder ao contentor colectivo onde os irá depositar.

Os contentores colectivos vão ser instalados na via pública, nos pontos habituais de recolha de resíduos.

- PUB -

O projecto inclui também a aquisição de uma viatura eléctrica de recolha de bio resíduos, dotada de um sistema de registo de dados que irão integrar uma plataforma digital de gestão de resíduos.

A autarquia adianta que a iniciativa, com financiamento do Fundo Ambiental e Área Metropolitana de Lisboa, “pretende dar continuidade à melhoria da prestação de serviços na área da gestão de resíduos e tem por objectivos a valorização dos resíduos enquanto recursos, o aumento da deposição selectiva, a diminuição dos resíduos em aterros sanitários, a redução de gases com efeito de estufa, a promoção da economia circular e a consciencialização dos cidadãos para o impacto ambiental e económico dos resíduos urbanos”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Estação de combustível da Repsol assaltada esta tarde em Setúbal

Indivíduo fugiu com o dinheiro da caixa. Ameaçou os funcionários com uma faca. Já são três os assaltos registados nos últimos quatro dias

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Café na baixa de Setúbal assaltado esta manhã

Crime decorreu por volta das 10h30, com a proprietária a pedir ajuda a comerciantes e pessoas que transitavam perto do local
- PUB -