4 Fevereiro 2023, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaAssembleia Municipal da Moita aprova saída da AMRS

Assembleia Municipal da Moita aprova saída da AMRS

Proposta foi apresentada na reunião da Assembleia Municipal depois de ter sido aprovada em reunião do executivo camarário

 

- PUB -

A Assembleia Municipal da Moita aprovou, na noite de quinta-feira, a desvinculação do município da Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS).

A proposta foi apresentada na reunião da Assembleia Municipal da Moita, no distrito de Setúbal, depois de em 31 de Outubro ter sido aprovada em reunião do executivo camarário liderado pelo socialista Carlos Albino.

A AMRS, presidida por André Martins, que dirige a Câmara de Setúbal, integra actualmente 11 concelhos daquele distrito, cinco dos quais liderados pelo Partido Socialista e os restantes pela CDU.

- PUB -

Entre o final de Outubro e o início de Novembro, as autarquias do Barreiro, de Almada e da Moita (lideradas pelo PS) aprovaram nas respectivas reuniões de câmara a desvinculação da AMRS.

Na terça-feira a Assembleia Municipal do Barreiro aprovou a desvinculação do município da Associação de Municípios da Região de Setúbal.

O assunto foi hoje à reunião da Assembleia Municipal da Moita, tendo sido aprovada a desvinculação do município da AMRS com 18 votos a favor dos deputados do Partido Socialista (15), do CDS (1) e dos dois deputados independentes, a abstenção do Partido Social Democrata e os votos contra dos deputados da CDU (12) e do Bloco de Esquerda (2).

- PUB -

Para o presidente da autarquia da Moita, Carlos Albino, o valor anual pago pelo município à associação é muito elevado e com um retorno reduzido.

A Câmara da Moita, explicou, paga anualmente 225 mil euros para financiar um modelo que, no seu entender, tem um retorno reduzido para os municípios associados.

A CDU propôs que a votação desta proposta fosse adiada para permitir maior debate, mas o mesmo foi rejeitado.

João Faim, da Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV) disse que a AMRS é muito mais do que o conceito redutor que foi apresentado do ponto de vista financeiro, considerando que existe uma estratégia para enfraquecer a voz dos municípios em uníssono.

“Isto é uma estratégia combinada que vem de topo para calar a voz dos municípios que não são da mesma cor”, disse o deputado municipal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

Minipreço do Bairro do Liceu assaltado esta tarde

O assaltante, que usava uma máscara de palhaço para não ser identificado, terá ameaçado os presentes com uma faca.
- PUB -