9 Dezembro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaMilitares da GNR agredidos ao separar grupos na Moita

Militares da GNR agredidos ao separar grupos na Moita

Dois suspeitos, com 19 e 20 anos foram detidos por resistência e coacção, sendo que os outros três se colocaram em fuga

 

- PUB -

Dois militares da GNR da Moita foram agredidos por cinco suspeitos quando tentavam separar dois grupos que provocavam desacatos na vila da Moita. Dois dos suspeitos, com 19 e 20 anos foram detidos por resistência e coacção, sendo que os outros três se colocaram em fuga.

O caso ocorreu neste domingo na Rua dos Descobrimentos, na Moita. Uma patrulha da GNR acorreu ao local para uma situação de desacatos entre dois grupos. Perante a presença dos militares, cinco elementos destes grupos começaram a agredir os militares, com dois a acabarem por ser detidos, enquanto outros três colocaram-se em fuga.

Foi mobilizado para o local um forte contingente da GNR, composto por patrulhas de postos vizinhos e do Destacamento de Intervenção, que permaneceram no local para serenar os ânimos.

- PUB -

Os dois militares agredidos sofreram escoriações e foram assistidos no Hospital do Barreiro. Já regressaram ao serviço, avançou fonte oficial da GNR.

A GNR realizou buscas domiciliárias nas casas dos suspeitos, perante a denúncia de uso de arma de fogo nos desacatos originais. Não foi encontrada qualquer arma.

Os dois detidos estão a ser presentes esta manhã de segunda-feira ao tribunal do Barreiro para aplicação de medidas de coacção, desconhecidas até ao momento.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -