29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaEstratégia Local de Habitação já está em marcha no território

Estratégia Local de Habitação já está em marcha no território

Reunião juntou técnicos municipais na Biblioteca Bento de Jesus Caraça, para dar respostas às principais carências habitacionais

 

- PUB -

O auditório da Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, na Moita, recebeu recentemente, uma reunião que envolveu os técnicos do município, num processo integrado das diferentes áreas daquela autarquia, para desenvolvimento da Estratégia Local para a Habitação. A edilidade afirma que “é com uma forte ambição” que já se encontra debruçada sobre esta matéria, reconhecendo “o papel imprescindível [da Câmara Municipal] na efectivação do direito à habitação” no território.

Neste âmbito, o executivo considera que “a proximidade da autarquia aos cidadãos permite ter a precisa noção dos desafios e dos recursos para a construção e implementação das respostas necessárias”.

Com base nesta premissa, o encontro juntou naquele equipamento técnicos do planeamento urbanístico, dos sistemas de informação, auditoria e qualidade, da divisão de Acção Social, bem como os vereadores responsáveis pelos pelouros correspondentes. A estes juntaram-se ainda o presidente da Câmara Municipal, Carlos Albino – que presidiu ao encontro –, assim como a equipa que está presentemente a desenvolver o projecto.

- PUB -

Sendo a habitação um direito consagrado na constituição, a autarquia moitense pretende “assumir um papel fundamental na criação de soluções e estratégias”, que permitam “dar respostas às políticas públicas de habitação”, um pilar considerado fundamental pela edilidade na coesão social, económica e familiar.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -