29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaExecutivo liderado por Bárbara Dias toma posse na sede do Ginásio Atlético...

Executivo liderado por Bárbara Dias toma posse na sede do Ginásio Atlético Clube

Presidente da União de Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira quer que localidades deixem de ser ‘estigmatizadas’ e tenham futuro melhor

 

- PUB -

O novo executivo da União de Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, agora liderado pela presidente socialista Bárbara Dias, tomou posse esta segunda-feira, durante uma cerimónia que teve lugar na sede do Ginásio Atlético Clube.

Com 29 anos, a mestre em Engenharia do Ambiente dirigiu-se aos banheirenses presentes naquela sessão, que classificou ser “um momento de renovação, de expectativa e de esperança” daquelas localidades do concelho.

A autarca agradeceu ao Partido Socialista da Moita e à secção da Baixa da Banheira pelo convite que lhe foi lançado, assim como “todo o apoio e confiança em mim depositada”, disse. A responsável reconheceu que a paixão que nutre pela sua terra, conduziu ao sucesso que levou à sua eleição.

- PUB -

“A minha preocupação é com as 17.248 pessoas que não se sentiram representadas por nenhum projecto e que optaram por não exercer o seu direito de voto”, realçando que a abstenção nas autárquicas, nesta União de Freguesias, situou-se nos 64%.

Tomada de posse decorreu na sede do Ginásio Atlético Clube

Bárbara Dias afirmou que a “democracia se torna mais forte com a participação activa e efectiva de todos”, desafiando a população a compreender “onde os nossos projectos falham e o que é preciso para chegar a todas as pessoas, porque ninguém pode ficar para trás”, assinalou.

“Hoje tenho a honra e o privilégio de tomar posse como presidente de todos os banheirenses e amoreirenses sem excepção”, disse, destacando que o caminho que tem pela frente “não será fácil”.

- PUB -

“Vivemos tempos de mudança, com muita incerteza e adversidades, no entanto, surgem também instrumentos que nos oferecem caminhos de oportunidades e desenvolvimento”, frisou. Para a autarca “é tempo de agir e de evoluir, determinados de forma sustentada e convergente”, declarou, rejeitando que o território continue a ser “estigmatizado, condenado à precariedade, ao abandono e à falta de investimento”.

“Torna-se urgente mudar a confiança no futuro através da concretização das nossas propostas, que irão permitir às nossas freguesias serem [mais receptivas] às oportunidades de investimento e de emprego”, dando “condições aos seus habitantes para aqui se fixarem, com dignidade e qualidade de vida”, sublinhou.

“As nossas freguesias têm um enorme potencial a explorar”

A presidente considera que ambas as freguesias “têm um enorme potencial a explorar”, sendo um “terreno fértil para a ciência e a tecnologia, para a inovação, para a cultura e desporto”, além da criatividade individual e colectiva.

“Queremos fazer desta terra um centro de oportunidades, onde ninguém tenha de ir para outros concelhos para trabalhar, estudar, viver ou practicar desporto”, acrescentou. Para a presidente, viver nas duas localidades “não pode ser difícil”, bastando para isso ter “visão, desenvolvimento e investir no progresso”.

Para tornar possíveis as estratégias de desenvolvimento e os valores de sustentabilidade e inovação, Bárbara Dias considera ser fundamental reforçar as freguesias em “meios” e “competências”, ouvindo a população através de mecanismos “como o Orçamento Participativo”, destacando ainda o papel da educação e do movimento associativo no território.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -