22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Moita Balcão digital ‘Águas Moita-Online’ disponível ganha novas ferramentas

Balcão digital ‘Águas Moita-Online’ disponível ganha novas ferramentas

Acessível no site do município, serviço conta agora com aplicação para dispositivos móveis

 

- PUB -

A Câmara da Moita, em resultado de um trabalho desenvolvido com a empresa responsável pela gestão da facturação da água no concelho, disponibilizou recentemente à população o balcão digital “Águas Moita-Online”, que pretende “promover uma maior comodidade e rapidez no acesso aos serviços”, acessível através do site do município (www.cm-moita.pt) e de uma nova aplicação móvel, com o mesmo nome, disponível na App Store e Google Play.

Através da aplicação e após o registo neste balcão digital, o munícipe pode comunicar a leitura do seu contador, aderir à factura electrónica, consultar o histórico de leituras, acompanhar os consumos e aceder às suas últimas facturas, podendo, em alternativa, instalar a App no seu dispositivo móvel.

O balcão digital das águas reúne ainda um conjunto de informações úteis, como o acesso a tarifários e regulamentos, comunicados e avisos deste serviço. A autarquia lembra que a Moita “tem a tarifa mais baixa de água, saneamento e resíduos da Área Metropolitana de Lisboa, mantendo elevados índices na sua qualidade”.

- PUB -

A autarquia moitense acrescenta que foi ainda distinguida com “o selo de qualidade exemplar de água para consumo humano”, pelo sétimo ano consecutivo.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -