24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaDelegação do Bloco de Esquerda formaliza processo de candidatura no Tribunal da...

Delegação do Bloco de Esquerda formaliza processo de candidatura no Tribunal da Moita

Os 90 candidatos que compõem as listas mostram-se dispostos a mudar o concelho

 

- PUB -

Na última quinta-feira, uma delegação de candidatos(as) do Bloco de Esquerda (BE), procedeu à entrega do processo de candidatura para as eleições autárquicas do próximo mês de Setembro, no Tribunal da Moita. Na ocasião, o partido informou que “foi garantida a paridade, sendo as listas constituídas por 90 candidatos e 32 suplentes, representam “uma equipa e um projecto” que diz estar disposto a “mudar o concelho no caminho do desenvolvimento e da modernidade sustentável”.

A candidatura de Joaquim Raminhos à presidência da Câmara da Moita e de António Chora àquela Assembleia Municipal, recorde-se, foi apresentada recentemente durante uma cerimónia realizada ao livre, no Parque das Salinas, em Alhos Vedros, que contou a presença da coordenadora nacional do partido, Catarina Martins.

Com o lema “Mais Bloco, Melhor Concelho”, os bloquistas moitenses dizem estar preparados para “romper com a inércia instalada há vários anos” na autarquia gerida pela CDU e “trilhar os caminhos de mudança e desenvolvimento” que propõem para o próximo mandato. “Queremos mais democracia, mais cidadania e participação dos munícipes na vida do poder local”, garantem.

- PUB -

Para o Bloco de Esquerda da Moita é ainda “urgente a requalificação urbana das zonas mais antigas de Alhos Vedros, Moita, Baixa da Banheira e Vale da Amoreira”, motivo pelo qual apresentam a proposta de aplicar o Plano Estratégico Local de Habitação Social, com vista a “facilitar o acesso [à] população mais necessitada”. Em comunicado, os bloquistas destacam também que “defenderemos a aplicação automática da tarifa social da água, de modo a facilita o seu alargamento a muito mais famílias carenciadas”.

Relativamente a espaços verdes e jardins, o Bloco defende que estes locais sejam “mais cuidados e dinamizados, como espaços de lazer da população”, sendo que, em matéria de ambiente pretendem “resolver de uma vez por todas o problema dos esgotos a céu aberto”.

Com a presente candidatura, o BE pretende igualmente “incentivar as potencialidades turísticas” do concelho, nomeadamente, nas freguesias de Gaio-Rosário e em Sarilhos Pequenos. Outra das propostas passa pela “valorização da zona ribeirinha, promovendo a reconstrução de muralhas destruídas, o desassoreamento do rio, criando mais locais de embarque [e] desembarque de embarcações tradicionais”, uma das principais actividades daquele território.

- PUB -

O Bloco reclama ainda a implementação de um Projecto de Apoio às Hortas Urbanas, como forma de humanização e de gerar dinâmicas de outras prácticas de vida e de impacto económico, social e cultural. As acções propostas pelo partido incluem ainda o alargamento da rede de ciclovias “incentivando a práctica da bicicleta, como uma modalidade de mobilidade amiga do ambiente”, sublinham. “Reforçaremos o apoio à cultura e ao desporto, elegendo o Movimento Associativo como um parceiro privilegiado”, acrescentam, defendendo ainda o bem-estar animal, apoiando e colaborando com associações de defesa e abrigo de animais, assim como “mais qualidade de vida para quem aqui vive e trabalha”, concluem.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -