22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Moita Cais da Moita acolheu apresentação de novo livro sobre Golfinho que se...

Cais da Moita acolheu apresentação de novo livro sobre Golfinho que se apega à terra e suas gentes

Imaginação dos alunos foi fundamental para a elaboração de textos

 

- PUB -

O cais da vila moitense recebeu na última semana, o lançamento do livro “Gregório, o Golfinho e o Varino das Histórias – Recolha de Histórias nas Escolas do Concelho da Moita”, numa publicação que está agora disponível para consulta nas bibliotecas municipais espalhadas por este município, tendo o presidente da autarquia, Rui Garcia, considerado que esta “é uma riqueza inestimável que estamos aqui a preservar”, relativamente ao “valor insubstituível que tem o estuário do Tejo”.

Para o autarca, aquela é uma das zonas estuarinas “mais importante da Península Ibérica e da Europa”, por toda a biodiversidade e “com tudo o que contribui para a sustentabilidade das pescas”. O edil acrescentou que esta sempre foi “uma base de actividades económicas importante para o crescimento e desenvolvimento desta região”, frisou.

Na sua perspectiva, todos estes valores ambientais estão associados à cultura “que marca estas terras ribeirinhas”, lembrando que defender o estuário “é defender a cultura, o ambiente, a nossa identidade, a sustentabilidade económica de muitas famílias e de importantes ramos de actividade”, num objectivo que a câmara tem “procurado promover, contribuindo para a preservação ambiental”, designadamente, através do tratamento de efluentes.

- PUB -

“O regresso dos golfinhos ao Tejo é um indicador da melhoria da qualidade da água do nosso estuário”, afirmou Rui Garcia, recordando que a autarquia tem “apostado fortemente na valorização da cultura ribeirinha através dos seus barcos e das diversas expressões que esta cultura assume”. O edil realçou também ser necessário continuar a valorizar este património, com “a preservação desta riqueza contra todas as ameaças como a da construção de um aeroporto no meio do estuário”, sublinhou.

Recorde-se que a história da obra, lançada ao ar livre, conta a aventura de um Golfinho que, seguindo um dos marítimos daquela vila, chegou ao Cais da Moita e “estabeleceu uma relação afectiva” com as gentes do concelho, servindo de mote para a acção desenvolvida pelo serviço educativo, dinamizada pela câmara nos estabelecimentos escolares de todos os graus de ensino.

A comunidade educativa, refira-se, trabalhou as questões do património local e ambiental, tendo valorizado a narrativa oral e a componente escrita, o que incentivou à “imaginação dos alunos para a elaboração de textos” que se reuniram nesta publicação. Presentes na apresentação estiveram anda a escritora Fátima Effe, a ilustradora Andreia Valente e o Mestre do Varino João Gregório, assim como Elizabete Carvalho, coordenadora da rede de Bibliotecas Escolares do concelho.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -