29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaCentro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica já acompanhou 335 processos

Centro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica já acompanhou 335 processos

Município e Rumo recordam importância desta valência e da sua equipa em tempo de pandemia

 

- PUB -

O Centro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica Barreiro-Moita já acompanhou 335 processos de violência doméstica, realizou 1492 atendimentos, 91 reuniões de parceria e 25 acções de sensibilização, divulgação e informação, segundo os mais recentes dados divulgados pelo executivo do município na sua última reunião.

Em época de confinamento, a Câmara Municipal da Moita e a RUMO – Cooperativa de Solidariedade Social recordam à população a mensagem: “A violência doméstica existe. Não desista, estamos aqui para si”. Uma mensagem transmitida no âmbito da mais recente campanha de sensibilização que tem como objectivo divulgar a actividade do Centro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica Barreiro-Moita.

Uma resposta social coordenada pela RUMO que “tem desenvolvido a sua actividade no âmbito da promoção da Igualdade, Cidadania e Não Discriminação, Igualdade de Género e combate à Violência de Género, em particular no que respeita à violência doméstica, contra pessoas idosas, contra pessoas com deficiência e/ou incapacidade, nas relações de intimidade entre jovens adolescentes e no namoro”, informa a autarquia em comunicado.

- PUB -

O trabalho desenvolvido assenta em pressupostos fundamentais como “a proximidade e relação entre a equipa e as pessoas, confiança entre as instituições e solidariedade entre os parceiros do Conselho Local de Ação Social (CLASM)”.

Recorde-se que foi o Protocolo de Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, assinado entre os municípios da Moita e do Barreiro, a Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade e outras entidades com resposta nesta área, que permitiu criar o Centro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica Barreiro-Moita. Uma resposta social que assinalou, em Novembro de 2020, dois anos de funcionamento.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -