1 Dezembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaSocialistas visitam Centro de Saúde e obras da nova Unidade de Saúde...

Socialistas visitam Centro de Saúde e obras da nova Unidade de Saúde Familiar

Candidatos a médicos de família no concelho já são superiores ao número de vagas

 

- PUB -

Os deputados do PS eleitos por Setúbal, visitaram na última segunda-feira o Centro de Saúde do Vale da Amoreira, no concelho da Moita, onde tiveram a oportunidade de reunir com Miguel Lemos, director executivo do ACES do Arco Ribeirinho e com vários profissionais de saúde, tendo se seguido uma passagem pela futura Unidade de Saúde Familiar (USF) da Baixa da Banheira, onde os trabalhos de construção daquele equipamento continuam a decorrer a bom ritmo, estando prevista a sua conclusão em Julho de 2021, altura em que será desactivado o centro existente no edifício da Estrada Nacional.

Em declarações a O SETUBALENSE, Eurídice Pereira, coordenadora regional daqueles parlamentares, afirmou que “com esta visita exterior completámos a ronda pelos cuidados primários de saúde no concelho, depois de termos visitado anteriormente esta obra na freguesia da Baixa da Banheira e o Centro de Saúde da Moita, para podermos ter uma panorâmica geral do ACES do Arco Ribeirinho”.

A deputada considera que “ainda não está tudo resolvido nesta área, dado que ainda faltam muitos médicos de família, havendo, no entanto, o dado positivo de que pela primeira vez desde há muitos anos, o número de candidatos foi superior ao número de vagas”.

- PUB -

No caso do equipamento de saúde do Vale da Amoreira “registámos ainda que têm hoje mais 20 assistentes operacionais, que reforçaram recentemente aquele serviço, estando prevista a entrada de mais duas pessoas, para além de em breve serem reforçados os assistentes técnicos, tendo sido possível estarmos com a equipa de enfermagem e a equipa médica”, referiu.

“Este ACES Arco Ribeirinho lida actualmente com cerca de 250 mil utentes e, neste momento, existem 48 mil pessoas sem médico de família”, informou. Apesar de se tratar de um número significativo, Eurídice Pereira lembra que em 2016, aquando da entrada em funções de Miguel Lemos neste Agrupamento de Centros de Saúde, existia “a falta de cerca de 70 mil médicos de família, pelo que houve um salto qualitativo ao longo destes cerca de quatro anos”, frisou.

Com a entrada em funcionamento da nova USF da Baixa da Banheira, sublinha, este “será um marco particularmente importante para a freguesia, porque não terá só um edifício novo, mas um espaço com uma resposta mais valorada que as existentes num centro de saúde e desse ponto de vista há aqui um ganho muito substancial”, destaca.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -