28 Novembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaAprovado concurso público para remover coberturas de fibrocimento em escolas

Aprovado concurso público para remover coberturas de fibrocimento em escolas

Substituição de coberturas implica investimento superior a 302 mil euros  por parte da Câmara Municipal da Moita

 

- PUB -

A Câmara da Moita aprovou recentemente, por unanimidade, o lançamento do concurso para a empreitada referente à remoção das coberturas de fibrocimento nas Escolas Básicas nº 2, nº 6 e nº 7 da Baixa da Banheira e na nº 2 do Vale da Amoreira, no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa.

A autarquia decidiu substituir as coberturas nos edifícios e telheiros das “poucas escolas básicas do 1º ciclo onde ainda existem” este tipo de telhados que, ainda assim, abrangem uma área total de 3500 metros quadrados, com a sua substituição a implicar um investimento global superior a 302 mil euros.

A edilidade lembra que, no quadro das competências atribuídas às autarquias neste âmbito, tem vindo “ao longo dos anos, a investir na requalificação e modernização dos estabelecimentos de ensino no concelho e tem procedido, gradualmente, à remoção de todas as coberturas de fibrocimento”, salientou.

- PUB -

Na mesma reunião daquele executivo e no âmbito da transferência de competências para os municípios, no que diz respeito ao 1º ciclo do ensino básico e pré-escolar, a câmara atribuiu subsídios no valor total de 34 mil e 550 euros, para a aquisição de materiais didáctico-pedagógicos e de consumíveis informáticos necessários ao funcionamento dos estabelecimentos escolares públicos, num apoio que se repete todos os anos.

Luís Geirinhas

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

“Tenho a vida completamente destruída”

Os relatos dos funcionários da Palvidas, que mesmo sem ordenados aparecem no trabalho por apreço aos doentes que transportam
- PUB -