13 Abril 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Moita Moita: Taxas de toldos e esplanadas suspensas até Setembro para apoiar empresários

Moita: Taxas de toldos e esplanadas suspensas até Setembro para apoiar empresários

A Câmara da Moita aprovou, na última reunião daquele executivo, manter a suspensão das taxas cobradas aos estabelecimentos com esplanadas e toldos do concelho, até ao final do mês de Setembro, como “medida excepcional de apoio ao comércio local” no âmbito da pandemia Covid-19. Uma medida que, de acordo com a autarquia, a medida está com efeitos retroactivos desde o início de Julho.

- PUB -

A decisão surge na sequência da medida tomada em Abril, depois destes espaços terem encerrado “por força das determinações do Estado de Emergência” e que, neste momento, ainda enfrentam “medidas restritivas impostas à Área Metropolitana de Lisboa”, que se encontra em Estado de Contingência.

Entre as restrições actuais está a redução dos horários de funcionamento para todos os estabelecimentos de retalho e prestação de serviços, com encerramento às 20h00. Sendo os restaurantes a excepção, no caso de terem serviço de refeições no próprio estabelecimento, e também no caso dos restaurantes com serviço de take away ou entrega no domicílio, os quais não podem fornecer bebidas alcoólicas no âmbito dessa atividade.

O consumo de bebidas alcoólicas é ainda proibido em espaços ao ar livre de acesso ao público, excepto nas esplanadas dos estabelecimentos de restauração e bebidas licenciados, que apenas podem funcionar até às 20h00.

- PUB -
- PUB -
- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Bateria da Raposa vai passar para o município para vigiar praias e reforçar combate a incêndios

O entendimento entre a Câmara de Almada e o Estado está a ser traçado para a bateria de costa na Mata Nacional dos Medos passar para a gestão da autarquia. Esta antiga estrutura militar vai ter novo uso estratégico de defesa
- PUB -