23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Leão dos ‘quatro costados’ distingue-se pela capacidade de gerar consensos

Leão dos ‘quatro costados’ distingue-se pela capacidade de gerar consensos

Leão dos ‘quatro costados’ distingue-se pela capacidade de gerar consensos

Estreia-se em funções executivas, mas conhece bem os cantos à casa mãe da democracia onde foi deputado entre 2011 e 2015

 

Leão dos “quatro costados”, com idêntica predilecção pelo “verde e branco” do Vitória Futebol Clube, casado, pai de três filhos, advogado e um dos principais alicerces do partido “laranja” num distrito politicamente pintado (quase meio por meio) de “vermelho” e “rosa”. Aos 55 anos, o social-democrata Paulo Ribeiro – que nasceu em 28 de Março de 1969 em Moçambique e que há muito fez de Setúbal a sua “fortaleza” (leia-se, lar) – é o novo secretário de Estado da Protecção Civil, sucedendo no cargo à “barreirense” Patrícia Gaspar.

- PUB -

Ribeiro foi um dos 41 secretários de Estado do XXIV Governo Constitucional que tomaram posse na última sexta-feira, no Palácio Nacional da Ajuda. Embora esta seja uma estreia no executivo, já conhece bem os cantos à casa mãe da democracia: foi deputado parlamentar entre Junho de 2011 e Novembro de 2015 – nas XII e XIII Legislaturas –, sempre eleito pelo PSD no círculo de Setúbal.

Para trás fica o cargo de vereador, sem pelouros, na Câmara Municipal de Palmela, que vinha a exercer desde 14 de Outubro de 2013 – foi cabeça-de-lista pelos social-democratas nas autárquicas de 2013, 2017 e 2021, e já havia anunciado, em entrevista a O SETUBALENSE/Rádio Popular FM, que não se recandidataria em 2025.

Católico praticante, é visto no seio do partido como alguém “simpático” com um carácter “apaziguador”, mais predisposto para “o estabelecimento de pontes” do que para provocar rupturas ou comprar guerras. “É cortês com todos. A sua característica principal é a capacidade que apresenta para conseguir consensos”, diz quem o conhece de perto, do interior do PSD.

- PUB -

Desde há muito pertencente ao núcleo duro dos social-democratas na região, Paulo Ribeiro ganhou novo fôlego nos últimos anos nas fileiras do partido laranja. Com a ascensão interna de Luís Montenegro – que sucedeu a Rui Rio na liderança do partido –, o agora secretário de Estado da Protecção Civil ganhou assento, como vogal, na Comissão Política Nacional do PSD, em Julho de 2022. E volvidos três meses foi reconduzido na presidência da Comissão Política Distrital de Setúbal (encabeçou uma lista única eleita com 80% dos votos). Nas legislativas de 10 de Março, foi o segundo dos quatro nomes que a AD elegeu por Setúbal – atrás da cabeça-de-lista Teresa Morais (actual vice-presidente da Assembleia da República) e à frente de Bruno Vitorino e Sónia Reis.

Percurso

Paulo Jorge Simões Ribeiro veio residir para Setúbal com 6 anos. Concluiu a licenciatura em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1992. Iniciou a carreira profissional como advogado em 1994 e em 2008-2009 fez, na Universidade Católica, a pós-graduação em “Novo Regime da Contratação Pública no Código dos Contratos Públicos”.

- PUB -

De 1994 a 2002, desempenhou as funções de membro da Assembleia Municipal de Setúbal e de deputado na Assembleia da Área Metropolitana de Lisboa. E entre 2002 e 2005 assumiu o cargo de director do Centro de Emprego de Setúbal e Palmela.

De 2005 a 2007 foi vogal da direcção da Delegação de Setúbal da Ordem dos Advogados. Passou pela direcção jurídica da Empresa Portuguesa das Águas Livres, entre Dezembro de 2015 e Agosto de 2016, onde foi depois assessor do conselho de administração, de Setembro de 2016 a Junho de 2017. Além do exercício da advocacia, ultimamente tem desempenhado funções na SIMARSUL, onde ingressou pela primeira vez em Março de 2006.

De 2003 a 2006 foi vice-presidente do Vitória Futebol Clube. A paixão pelo desporto, em especial pelo futebol, é, de resto, vivida de forma intensa por dois clubes diferentes, mas que vestem com as mesmas cores principais – o verde e o branco de Sporting e Vitória de Setúbal. É ao lado do filho – tem também duas filhas – que Paulo Ribeiro costuma vibrar com as incidências da “bola” em Alvalade.

Paulo Ribeiro foi eleito pelo público Figura do Ano da Região (2023) na categoria “Política”, na I Gala Golfinhos d’ Ouro instituída pelo jornal O SETUBALENSE e pela Rádio Popular FM. Integrou no último ano o painel do programa “Política Local” e já este ano uma edição no painel do programa “Semana Política”, na Popular FM, passando agora a ser substituído por Paulo Edson Cunha. Próxima paragem: secretaria de Estado da Protecção Civil.

Expectativa Bombeiros querem diferenciação territorial nos apoios e criação de carreira

Uma das principais áreas abrangidas pela acção do secretário de Estado Paulo Ribeiro está directamente ligada ao serviço prestado pelos bombeiros. E, em declarações a O SETUBALENSE, João Ludovico, presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Setúbal, lembra o que o sector pretende ver resolvido pela tutela. “O nosso objectivo principal é conseguirmos o contrato-programa entre o Estado, através da Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, e os bombeiros, que espelhe aquela que é a realidade territorial, para que possamos ser ressarcidos de apoio financeiro que sustente a resposta ao socorro, às populações. Não podemos continuar a viver com uma lei de financiamento que tem uma fórmula igual para todos, perante realidades diferentes. Esperamos que este Governo tenha essa abertura”, apontou o responsável. A isso, Ludovico junta ainda “os incentivos ao voluntariado e a valorização dos bombeiros”. “Com a criação de carreira para os funcionários das associações humanitárias, mas também a pensar em benefícios que traduzam o reconhecimento do voluntariado como peça única, já que é um modelo que é único no mundo”, explica, a concluir.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -