23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Exploração de espaço no Ecoparque do Outão em concurso público

Exploração de espaço no Ecoparque do Outão em concurso público

Exploração de espaço no Ecoparque do Outão em concurso público

Concessionário ficará responsável por intervenções no “sistema de infra-estruturas de águas residuais”

 

A Câmara Municipal de Setúbal aprovou a abertura de um concurso público para encontrar interessados à exploração de uma parcela de terreno privado do Ecoparque do Outão por um período de 20 anos. A equipa deverá proceder a “intervenções no sistema de infra-estruturas de águas residuais, que implicam um investimento na melhoria e requalificação das condições de acolhimento dos turistas”, como se lê em nota de Imprensa da autarquia.

- PUB -

À excepção da Praia da Gávea “numa área total de 35 mil metros quadrados, localizada na EN 379 KM3”, o contrato de concessão abrange “as construções e instalações nela implantadas e a implantar, destinadas à exploração do EcoParque do Outão, do restaurante e da loja de mercearia”.

O município decidiu abrir o processo “tendo em vista a promoção de uma mais eficiente e eficaz gestão” do EcoParque do Outão Professor José Fernando Gonçalves para tirar melhor proveito de um “instrumento dinamizador do crescimento económico, turístico e ambiental da região”.

O tempo acordado tem em conta “a natureza do conjunto das obras necessárias e obrigatórias a realizar pelo concessionário e o valor estimado das mesmas” que ronda os 740 mil euros.

- PUB -

Os interessados poderão consultar as peças que estão disponíveis na secção ‘Compras’ da autarquia localizada nos paços do concelho – em horário das 09h30 às 12 horas e das 14 às 17 horas. Sabe-se ainda que está fixado nos 4500 euros o “valor mínimo da contrapartida financeira mensal a pagar à autarquia”. O concessionário deverá pagar, até ao fim do contrato, cerca de 993 mil euros.

Desde Janeiro de 2020 que o parque de campismo e a Praia da Gávea, bem como a “área adjacente de apoio” é da competência da autarquia setubalense, depois da celebração de um protocolo com a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS). Com vista à “revitalização turística do equipamento localizado em pleno Parque Natural da Arrábida, a autarquia realizou profundas obras de requalificação” que dotaram o local de “alojamento, restauração, mercearia e condições de usufruto e atractividade, auto-caravanismo, alojamento em bungalows e campismo”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -