13 Junho 2024, Quinta-feira

- PUB -
Frederico Rosa: “Não fazem ideia do que falam… estão a tentar lançar a confusão com um traçado de 1994”

Frederico Rosa: “Não fazem ideia do que falam… estão a tentar lançar a confusão com um traçado de 1994”

Frederico Rosa: “Não fazem ideia do que falam… estão a tentar lançar a confusão com um traçado de 1994”

Autarca arrasa o Movimento Cívico Pró-Ponte Barreiro-Chelas

 

Uma “não questão”, para “lançar a confusão”, que “só mostra que para alguns vale tudo”, até mesmo “populismo político”. É assim que Frederico Rosa classifica o posicionamento do Movimento Cívico Pró-Ponte Barreiro-Chelas, ao mesmo tempo que garante que “a Terceira Travessia sobre o Tejo nunca estará em causa”.

- PUB -

“A pretensão deste novo Movimento Pró-Ponte Barreiro-Chelas – das mesmas pessoas dos movimentos contra a Braamcamp, contra o aeroporto (são sempre os mesmos) – é de quem não faz ideia do que fala”, diz o presidente da Câmara Municipal do Barreiro.

“A Câmara Municipal do Barreiro não vai suspender nenhum corredor da ponte. O corredor da Terceira Travessia sobre o Tejo, que está estabilizado, existe e foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal do Barreiro em 2008, tem uma Declaração de Impacte Ambiental positiva, está vertido para o novo Plano Director Municipal [PDM], o qual está na fase final da sua feitura já com parecer favorável condicionado por parte das entidades”, assegura o autarca. A questão que o movimento está a levantar, explica, “são os constrangimentos que existiam no traçado constante no PDM de 1994, que já não é o traçado que está estabilizado”. Mais: “O levantamento das condicionantes no traçado que está desactualizado é aquilo que a lei diz para se fazer”, adianta o edil.

“É preciso chamar as coisas pelos nomes, a CDU, porque é disto que estamos a falar, tentou lançar aqui a confusão para tentar baralhar as pessoas, ao dizer que a Câmara estava a levantar os constrangimentos da Terceira Travessia sobre o Tejo, o que não é verdade”, aponta Frederico Rosa. “Esta confusão que quiseram lançar só mostra que para alguns vale tudo para este populismo político. É preciso ser-se criativo para se ter a leitura de que a Câmara não queria a terceira travessia. As pessoas não caíram neste logro. A Terceira Travessia sobre o Tejo nunca estará em causa, porque não há nenhum barreirense que não queira essa terceira travessia, tal como ela está estudada e tal como sempre, até este momento, mereceu unanimidade”, conclui o líder do executivo.

- PUB -

Ontem, à hora de fecho desta edição, a Assembleia Municipal do Barreiro realizava uma reunião extraordinária para debater o tema.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -