1 Fevereiro 2023, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroCidade recebe projecto imobiliário Ja-ba na zona do antigo campo do Barreirense

Cidade recebe projecto imobiliário Ja-ba na zona do antigo campo do Barreirense

Estão previstos três blocos de habitação, com oito pisos cada, num total de 162 apartamentos. As tipologias variam entre T1 e T4

 

- PUB -

A primeira fase de construção do projecto residencial Jardim Barreiro (Ja-ba) vai arrancar no início de 2023, na zona do antigo campo de futebol do Barreirense, no centro da cidade, com as fases seguintes a realizarem-se nos dois anos que se seguem, numa “proposta abrangente de ocupação de um espaço vazio”. Isto, numa altura em que o território está cotado como o nono concelho para se viver entre os 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa, de acordo com o ranking divulgado pela Bloom Consulting.

O projecto é promovido pelos promotores imobiliários franceses Mazarik e Bastidor, que desde 2014 concluíram 12 empreendimentos no centro da capital, num total de 88 apartamentos. O “[Barreiro] é uma cidade que vai ao encontro de todos os que procuram viver com qualidade de vida fora do centro da cidade de Lisboa, mas que mantém proximidade” com a capital, via Ponte 25 de Abril (A2) ou Vasco da Gama (A12), realçam os promotores.

O futuro espaço residencial está apostado na “sustentabilidade”, assim como na cultura, e pretende posicionar-se “não apenas como local de trabalho, mas também como um ambiente, que tem tudo para as comunidades viverem e usufruírem em plenitude da vida”. Com uma área bruta total de mais de 12 mil 437 metros quadrados, a nova área habitacional vai primar “pela qualidade de construção, eficiência, funcionalidade e luminosidade, a preços atractivos”.

- PUB -

Prevista está a construção de três blocos de habitação, cada um com oito pisos, resultando num total de 162 apartamentos. As tipologias vão variar entre T1 e T4, para dar resposta às diversas necessidades familiares, com áreas consideradas “generosas” e uma decoração “sofisticada”, preenchida por materiais de contrastes suaves.

O piso da cobertura, por sua vez, contemplará duas piscinas, dois grupos de churrasqueiras, duas salas multiusos e uma pista de corrida, para que os futuros moradores “possam usufruir e organizar actividades de lazer […], num ambiente ao ar livre e confortável com vista sobre o Rio Tejo, integrando pequenas zonas verdes”, para promover encontros entre vizinhos e o espírito de comunidade.

- PUB -

Arquitectura ressuscita espírito de comunidade

O espaço, projectado pela Muto Arquitectura e Engenharia, beneficia de uma classificação energética A, ventilação natural, energias renováveis e uma zona de estacionamento privativo em cave. “A cidade […] esteve durante cerca de uma década sem a construção de novos empreendimentos de habitação colectiva”, lembra a empresa, para salientar de seguida: “Ficámos entusiasmados por podermos projectar este novo Barreiro”.

Após ter desenvolvido o empreendimento Living Residences, junto ao ALDI, a empresa está agora apostada no desenvolvimento do Ja-ba, com base numa arquitectura contemporânea e uma malha estrutural, que permite “oferecer uma elevada flexibilidade” em termos de tipologias. “Quisemos ressuscitar o espírito de comunidade entre os vizinhos, que é algo que se tem vindo a perder nos grandes edifícios”, acrescenta a Muto.

A nova área de habitação ficará ainda dotada de zonas verdes, para promover o contacto com a natureza. “A partir do seu passado industrial, o Barreiro reinventa-se e afirma-se como uma alternativa à vida agitada das grandes cidades”, sublinham os promotores. Além disso, o projecto oferece ainda aos futuros residentes a praia fluvial de Alburrica e a proximidade ao parque industrial e empresarial da Baía do Tejo, para o qual “existem iniciativas no sentido de ser reconvertido em hub criativo e empresarial”.

Vantagens | Frente ribeirinha requalificada permite abrir portas ao Tejo

Com uma frente ribeirinha “que foi requalificada e abriu ainda mais a cidade ao rio”, as empresas responsáveis por esta construção acrescentam que esta zona emblemática da cidade vai poder contar com uma ciclovia, uma zona de fitness e um parque infantil, recordando que também o Parque da Cidade “é o ponto de encontro para ‘skaters’ e desportistas, assim como para famílias e crianças”.

Os promotores imobiliários uniram esforços para criar “um projecto de referência
no Barreiro, assente numa visão integrada, inovadora e sustentável do desenvolvimento imobiliário”, focado nas pessoas e no bem-estar, “respeitando sempre as vontades e [a] máxima vivência dos espaços, em linha com a renovação” do território.

A escolha da Muto Arquitectura e Engenharia, para projectar o empreendimento, teve em conta o facto de esta ser uma empresa que conta com 20 anos de experiência a operar em Portugal e no Luxemburgo, e que combina a arquitectura com a engenharia, para desenvolver projectos criativos, considerados funcionais.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -