3 Fevereiro 2023, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroPAN deixa alerta sobre eventual “massacre” de colónia de gatos em zona...

PAN deixa alerta sobre eventual “massacre” de colónia de gatos em zona de cruzamento

Partido diz estar preocupado com situação vivida entre a Av. do Bocage e a Rua Miguel Bombarda, e procura respostas junto da Câmara Municipal

 

- PUB -

O partido PAN – Pessoas, Animais, Natureza, diz-se perplexo com uma situação denunciada por munícipes barreirenses que se prende com o início das obras de construção da nova rotunda que vai nascer em 2023, no cruzamento da Avenida do Bocage com a Rua Miguel Bombarda, que terá conduzido a um “massacre” da colónia de gatos existentes nesta zona.

“A situação prende-se com o início [das] obras e requalificação do espaço”, em que foi necessário “limpar o terreno e, perante a manifesta falta de cuidado e de alerta”, os vários animais que ali tinham o seu local de abrigo acabaram por ser “desalojados”.

“Não é aqui de todo relevante os benefícios ou não da construção da rotunda, mas sim a profunda falta de compaixão e a absoluta desumanidade demonstrada neste processo, perante uma colónia de gatos existente no espaço da antiga máquina de lavagem de viaturas da agora Repsol”, defende o PAN, acrescentando que também não é relevante se o espaço “é ou não privado, pois a vida tem o mesmo valor independentemente do local onde esteja”.

- PUB -

O partido considera que a situação “é particularmente abjecta”, na medida em que os serviços camarários “sabiam perfeitamente da existência dessa colónia”, tendo decidido avançar, ainda assim e “sem um prévio acautelamento da situação dos animais, que passaria pela sua deslocalização” para outro espaço.

“É lamentável que no concelho […], por muito que mudem os executivos municipais [e] por mais que se alterem os preceitos legais, os animais estejam sempre esquecidos e tratados como meros objectos ou coisas sem significado”, lamenta o partido, considerando ser necessário reforçar as estruturas existentes no município.

A situação, adianta a Comissão Concelhia do Barreiro do PAN, é ainda mais “incompreensível” quando acontece após “o anúncio que [o executivo contaria com] uma mandatária do bem-estar animal”, tendo sido enviada uma “mensagem para os serviços da Câmara, exigindo a recolha dos animais sobreviventes por parte dos serviços”, para que os mesmos sejam “retirados do local e alojados em segurança”, isto porque de acordo com a lei “é da autarquia a competência para tratar e cuidar dos animais errantes”.

- PUB -

Na reunião de Câmara realizada a 16 de Novembro e perante queixas apresentadas por uma munícipe, o vereador Carlos Guerreiro (PS), que tutela o canil e gatil municipal, anunciou que a autarquia vai concluir “uma candidatura ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas para a construção de abrigos”, que tem a ver com o programa CED e apoios “para reforçar o programa”, assim como a construção de abrigos no município. “Já foram intervencionados este ano 400 gatos”, informou o vereador, tendo a equipa camarária sido reforçada com mais um assistente operacional, que em breve vai contar com mais um elemento.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -