25 Janeiro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroProtecção Civil identifica escolas abertas prontas a acolher filhos de profissionais em...

Protecção Civil identifica escolas abertas prontas a acolher filhos de profissionais em prontidão

Decisão surge na sequência do decreto do Governo, que ditou o encerramento dos estabelecimentos de ensino, no período entre 3 e 7 de Janeiro

 

- PUB -

No âmbito do decreto do Governo, que dita o encerramento das escolas na semana de 3 a 7 de Janeiro, face à evolução da pandemia, o Serviço Municipal de Protecção Civil do Barreiro informou que foi identificado em cada Agrupamento do concelho, um estabelecimento de ensino que manter-se-á aberto até 10 de Janeiro – data prevista para o recomeço das aulas –, de modo a acolher filhos ou outros dependentes a cargo dos profissionais de saúde, das forças e serviços de segurança e de socorro daquele município.

Nestes incluem-se ainda os filhos de bombeiros voluntários, elementos das forças armadas, trabalhadores dos serviços públicos essenciais, de gestão e manutenção de infraestruturas, entre outros considerados “essenciais” e cuja prontidão e mobilização sejam fundamentais.

De acordo com a câmara municipal, daquela lista de estabelecimentos fazem parte a Escola Secundária Alfredo da Silva, assim como as escolas básicas D. Luís Mendonça Furtado, Telha Nova, Álvaro Velho, Santo António – junto à igreja –, assim como a Escola Básica da Quinta Nova da Telha.

- PUB -

A estes equipamentos educativos, juntam-se ainda a Escola Secundária Augusto Cabrita e a Escola Básica com Secundário de Santo António da Charneca.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Duas das crianças feridas em acidente rodoviário em Palmela em estado grave

O sinistro envolveu três veículos ligeiros e obrigou ao corte de trânsito na EN 5 por mais de três horas

Morreu uma das crianças feridas em colisão automóvel no concelho de Palmela 

Menino tinha cinco anos e havia sido transportado no helicóptero do INEM para o Hospital de Santa Maria. Ontem acabou por não resistir aos ferimentos

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -