24 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroCandidato do Livre ambiciona um “Barreiro para se viver”

Candidato do Livre ambiciona um “Barreiro para se viver”

Jorge Martinho quer mais população e empresas fixadas no território

 

- PUB -

O candidato independente Jorge Martinho, que se candidata nestas eleições autárquicas à presidência da Câmara do Barreiro pelas listas do Livre, tem como lema de campanha um “Barreiro para se Viver” e quer levar mais população e empresas para o município. “Achamos que é uma autarquia com futuro, não há dúvidas nenhumas”, afirmou, em declarações à Lusa.

Actualmente desempregado, o candidato com 60 anos acrescenta que a sua candidatura visa dar importância às questões da ecologia e meio ambiente, assente numa democracia participativa. “Queremos a revitalização da Quinta do Braamcamp, já que o actual executivo quer fazer lá um condomínio privado, num negócio especulativo”, defende. “Somos pelo meio ambiente e, por isso, pela preservação da quinta”, salienta.

Para esta zona do território, Jorge Martinho realça ser necessário devolver o espaço aos barreirenses, enquanto polo cultural e de desporto. Além disso, sugere, poderá estudar-se a biodiversidade existente, tendo em conta as alterações climatéricas e o facto desta área ser um local “onde as águas irão subir rapidamente”.

- PUB -

O candidato mostra-se apostado em voltar a levar população para o concelho, recordando, também ele, a importância da terceira travessia do Tejo neste âmbito. “O Barreiro está estagnado, sem mobilidade, nem as empresas se querem cá fixar e, assim, não há empregos para que as pessoas também optem por viver” no município. Outra das prioridades do candidato do Livre passa pelos transportes públicos, nas vertentes fluvial, ferroviária e rodoviária. “Não fazemos promessas, apresentamos propostas que queremos que os barreirenses conheçam”, sublinha.

Na corrida às autárquicas deste ano, recorde-se, além de Jorge Martinho, pelo Livre, encontram-se o actual presidente do município (PS), Frederico Rosa, Carlos Humberto (CDU), Bruno Vitorino (PSD), Maria de Lurdes Santos (PAN), Daniel Bernardino (BE), Marta Trindade (Chega) e Hélder Rodrigues (CDS-PP). * com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -