23 Setembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Barreiro Procissão à beira-rio e mostra fotográfica marcaram celebrações de evento histórico na...

Procissão à beira-rio e mostra fotográfica marcaram celebrações de evento histórico na cidade

Cortejo de barcos atraiu população nas festividades em honra de Nossa Sra. do Rosário. Exposição anima centro da cidade

 

- PUB -

O segundo ano marcado pela pandemia levou mais uma vez ao cancelamento, no último mês de Agosto, das Festas do Barreiro. Ainda assim, o município e a Comissão Organizadora dos festejos, decidiram que desta vez a festividade “tão querida de todos” fosse assinalada numa “perspectiva histórica” e com uma mostra fotográfica evocativa deste período, que continua patente no Largo do Mercado 1.º de Maio até ao próximo dia 5, junto ao Parque Catarina Eufémia.

Mostra  patente até dia 5 no Largo do Mercado 1.º de Maio

A exposição ao ar livre contou “com valiosos contributos de membros do Clube de Fotógrafos do Barreiro, proporcionando um encontro da fotografia com a comunidade”, explica a autarquia, que lembra ainda o facto de as festas terem constituído desde sempre “um ponto de encontro da família barreirense, mas também para muita gente de fora conhecer um pouco mais sobre a cidade”, destaca. Esta mostra fotográfica, realça, é também “um espaço onde se conta esta história de diversão, alegria, dedicação e devoção”, acrescentou a Câmara Municipal.

- PUB -

No que toca à vertente religiosa dos festejos em honra de Nossa Senhora do Rosário, santa protectora dos pescadores e padroeira da cidade, o passado dia 15 ficou marcado pela realização de uma procissão marítima nas margens dos rios Coina e Tejo, acompanhada por um grande número de pessoas a partir de diversas zonas à beira-rio, tais como as áreas de Copacabana e do Polis, Avenida da Liberdade, assim como de Alburrica, na Rua Miguel Pais, tendo o desfile partido da Doca Seca e incluído ainda uma passagem pela Avenida da Praia.

Cortejo de barcos teve início na Doca Seca

Procissão marítima junta mais de 50 embarcações

- PUB -

O cortejo de barcos juntou mais de meia centena de embarcações e proporcionou “um dia diferente” às gentes da terra, num evento promovido pelo grupo “Os Camarros” – Associação de Pesca Local.

Há mais de 100 anos que a procissão não era realizada desta forma, tendo “superado as expectativas”, tanto da organização como dos participantes, com a iniciativa a contar com uma adesão bastante significativa da população. No próximo ano, a procissão marítima deverá voltar a repetir-se, com um número ainda maior de embarcações e ao final da tarde. Durante a manhã, a Igreja de Nossa Sra. do Rosário acolheu também a realização de uma eucaristia solene.

Nas redes sociais, Rogério Correia, presidente do grupo “Os Camarros”, agradeceu “todo o empenho, esforço e dedicação para que a Procissão […] se pudesse realizar”. Neste âmbito, o responsável enumerou todas as entidades, núcleos, clubes e associações que, de forma “directa e bastante activa”, permitiram “alcançar este grande sucesso”, realçou.

Além da Comissão de Festas e do grupo “Os Camarros” – Associação de Pesca Local, o evento contou com o apoio da Diocese de Setúbal, através da Paróquia de Santa Cruz, da Câmara Municipal e da União de Freguesias do Barreiro e Lavradio, tendo sido cumpridas todas as regras da Direcção-Geral de Saúde relativamente à prevenção da crise pandémica.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Burger King abre 12.° restaurante no Distrito de Setúbal

A marca Burger King aumentou para 12 o número de restaurantes que detém no Distrito de Setúbal, com a abertura de mais uma unidade...

Líder do PAN “engolida” por aficionados da festa brava no Montijo

Várias dezenas de elementos de tertúlias e grupos de forcados locais, entre outros, não pouparam nos assobios a Inês de Sousa Real e à...

Presidente da Fertagus diz que comboio até à Gare do Oriente depende do Estado

Ana Cristina Dourado afirma que a empresa tem objectivo de prolongar o serviço que termina na zona Roma-Areeiro
- PUB -