10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Barreiro Barreiro e CTT estabelecem parceria para ajudar comércio local a criar lojas...

Barreiro e CTT estabelecem parceria para ajudar comércio local a criar lojas ‘online’

Medida pretende aproximar clientes de comerciantes

 

- PUB -

A Câmara do Barreiro e os CTT vão assinar uma parceria para a criação de lojas ‘online’, que possibilitem aos comerciantes do concelho possuir novos canais digitais, para a implementação ou reabilitação das suas actividades em tempo de pandemia. Através desta medida, o município conta que, tanto os produtores como os comerciantes da região, vejam reforçado o apoio no “acelerar da digitalização dos seus negócios, aproximando os mesmos, dos respectivos clientes finais”.

Para Rui Braga, vereador que tutela o Gabinete de Inovação, Desenvolvimento Económico e Turismo daquela câmara, este protocolo, “sem qualquer custo para a autarquia” e “que os CTT já têm em vigor em alguns municípios, é interessante não só do ponto de vista digital, como pelo serviço de distribuição efectuado”, sendo uma empresa “credível, capaz de aumentar a capacidade de resposta do nosso comércio local, com excepção dos serviços de restauração”, sublinha.

O autarca adianta que “a responsabilidade da Câmara Municipal do Barreiro cinge-se à divulgação junto dos comerciantes, desta facilidade de criar uma loja ‘online’, num curto espaço de tempo” e “totalmente customizada pelos aderentes, sendo que a decisão de adesão ao serviço, será sempre uma opção do comerciante”, explica. Para este efeito serão criadas condições comerciais “mais favoráveis para o desenvolvimento dos canais digitais”, com a disponibilização de serviços como a criação destas lojas, criação ‘online’ de campanhas ou planos de logística para pequenas e médias empresas.

- PUB -

De acordo com o município, desde a venda até à encomenda, a criação destas lojas permitirão “que o comerciante/empresário seja totalmente autónomo, utilizando uma única solução para controlar todo o processo”, através de ferramentas e funcionalidades que lhes serão disponibilizadas futuramente.

Colmatar impacto negativo da pandemia

A edilidade destaca que “promover e apoiar o desenvolvimento de actividades e a realização de eventos relacionados com a actividade económica de interesse municipal é uma das atribuições das autarquias”, o que levou aquele executivo a aprovar na última reunião de câmara a celebração desta parceria, comprometendo-se a “dinamizar, promover e comunicar a iniciativa às empresas com sede no concelho, que poderão usufruir dos serviços, de forma gratuita ou com as vantagens decorrentes da adesão aos serviços prestados, em moldes que lhes são benéficos”, considera.

- PUB -

Recorde-se que a autarquia barreirense “tem vindo a adoptar várias medidas de apoio e revitalização destinadas ao comércio local”, que pretendem “colmatar o impacto negativo que o contexto da pandemia Covid-19 está a ter sobre a economia local e nacional”, realça, com especial atenção “para a criação de canais alternativos de venda, nomeadamente digitais”, substituindo deste modo os habituais espaços de venda tradicionais.

CDS-PP defende criação de plataforma pela autarquia para comerciantes

Na mesma semana em que o município anunciou que vai estabelecer uma parceria com os CTT para ajudar o comércio local a implementar canais digitais, em tempo de pandemia, o CDS-PP do Barreiro emitiu uma nota onde também defende a criação de uma plataforma de promoção destes espaços de negócio.

“Infelizmente, o comércio local, na sua generalidade, não tem capacidade de criar e gerir plataformas de venda ‘online’, ficando dependentes das redes sociais, para a promoção e, eventualmente, de plataformas de terceiros para a venda”, sublinham, chamando a atenção do actual executivo para a necessidade de criação de uma plataforma comum que seja promovida pela própria autarquia.

Hélder Leal Rodrigues, presidente do CDS-PP Barreiro, considera que “a tendência dos negócios online – ou os negócios terem uma plataforma virtual – veio para ficar”, e se o “grande comércio tem capacidade de resistir, através de um circuito de venda ‘online’ já consolidado e uma tremenda capacidade financeira de divulgação da marca”, por oposição, o “pequeno comércio está refém e sem soluções”, alerta, acrescentando que para muitos estes negócios são “a única fonte de rendimento das famílias”.

No documento, o responsável adianta que “temos de estar ao lado de quem sempre deu vida à cidade ou o comércio local não resistirá”, indica o líder da concelhia. “Se queremos atrair e apoiar novas empresas, e bem, através da criação da Startup Barreiro, podem ser criados incentivos a quem tenha capacidade para criar esta plataforma, em cooperação com a câmara, aproveitando a estrutura que está a ser criada”, sugere o responsável partidário, tendo explicado que a proposta apresentada vai constar de um pacote de medidas a anunciar “nos próximos meses”, revelou.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -