1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroVacinação contra Covid-19 arranca no Barreiro

Vacinação contra Covid-19 arranca no Barreiro

Centro local está instalado em pavilhão da Escola Secundária de Santo André

 

- PUB -

O início do processo de vacinação contra a Covid-19 arrancou na passada sexta-feira, no Barreiro, numa acção conduzida pelo Agrupamento de Centros de Saúde do Arco Ribeirinho em parceria com a autarquia local, respeitando as diversas indicações estabelecidas para a primeira fase, que inclui pessoas com mais de 50 anos, com comorbilidades associadas, além de cidadãos com mais de 80 anos.

A câmara recorda a toda a população que “a vacinação ocorre apenas e só para quem tem marcação”, efectuada pela autoridade saúde, alertando os demais barreirenses que não devem deslocar-se ao local se não tiverem agendada qualquer marcação para este efeito.

Para que a operação pudesse avançar, foi montado no pavilhão da Escola Secundária de Santo André, um centro de vacinação por se tratar de um local de grande dimensão, que é “servido por transportes públicos e que possui estacionamento, para os casos de quem utiliza o transporte individual”, explicou recentemente o presidente Frederico Rosa, no decorrer da última reunião de câmara.

- PUB -

No interior daquele espaço, o município conseguiu isolar o portão de acesso ao pavilhão, sem que a população tivesse a necessidade de utilizar a entrada principal daquele estabelecimento de ensino para que pudesse ser vacinada. Para este efeito, foi criado naquele espaço um circuito de entrada e saída ao ar livre, para que não fosse necessário recorrer sempre ao mesmo trajecto, possibilitado “a fluidez de circulação no local”, adiantou o autarca.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -