25 Outubro 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Barreiro Autarquia quer nova Braamcamp com sustentabilidade económica

Autarquia quer nova Braamcamp com sustentabilidade económica

Frederico Rosa comenta posição do deputado Francisco Lopes sobre a venda da Quinta do Braamcamp e assume que tal posição é “de quem não vive nem conhece o Barreiro”

 

- PUB -

 

 

 

- PUB -

 

 

O futuro da Quinta do Braamcamp tem deixado os barreirenses em compasso de espera de olhos postos na frente ribeirinha da cidade.

- PUB -

Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, afirma que a Quinta do Braamcamp deve ter vários ângulos. “Tem que ser sustentável, não só do ponto de vista da sustentabilidade ambiental, mas também da sustentabilidade económica. E a construção de unidades hoteleiras vai permitir essa sustentabilidade com a criação de emprego”.

Motivo pelo qual o autarca afirma “não consigo perceber a posição do PCP face à Quinta do Braamcamp”. Uma resposta à posição do deputado Francisco Lopes, candidato da CDU às legislativas de Outubro, que afirma, “depois de a CDU ter adquirido a Quinta do Braamcamp, enquanto passo importantíssimo para a requalificação ambiental de toda aquela zona”, agora, o actual executivo quer “passá-la a patacos”.

No entanto, para Frederico Rosa, estás em causa um espaço que “não sendo um local de passagem, precisa ter um desenvolvimento que leve as pessoas a frequentarem a frente ribeirinha, de dia e de noite. E isto é que é o desenvolvimento sustentado. Ter um espaço para usufruto das pessoas e que traga valor ao Barreiro”.

“Se fosse para retirar capacidade de construção ao terreno então teríamos investido, porque estamos a falar de um terreno rústico. Que sem investimento externo não valeria aquele dinheiro”.

A par da venda da Quinta do Braamcamp, Francisco Lopes salienta ainda a possibilidade de construção da “terceira travessia do Tejo” a partir do próximo ano, para o transporte ferroviário e rodoviário. Contexto em que o deputado questiona, “pode-se admitir que se vá fazer um investimento daquela dimensão e que não se preveja o modo rodoviário?”.

Em resposta conclusiva à análise de Francisco Lopes, o presidente da Câmara Municipal afirma que “até” percebe a posição “de quem não vive no Barreiro e desconhece a sua realidade”, mas não entende essa posição da parte de quem está no concelho. “Fica bem alguém de fora dizer essas coisas, quando o que é preciso fazer é realizar. Sem ideias utópicas”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Leonor Amado foi encontrada viva hoje de manhã caída num penhasco em Palmela

A idossa foi socorrida pelos Bombeiros de Palmela, tendo sido levada para os Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, de onde teve alta ainda hoje cerca das 20h00

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Superpolícias da esquadra do Montijo sagram-se campeões europeus de jiu-jitsu

Ouro de José Peres e João Pavia soma a méritos profissionais: um já salvou uma vida humana; o outro efectou detenções fora de serviço
- PUB -